Morre aos 67 anos, Celso Pinto, criador do jornal Valor Econômico

Publicado terça-feira, 03 de março de 2020 às 18:20 h | Atualizado em 03/03/2020, 18:43 | Autor: Da Redação

Morreu na tarde desta terça-feira, 3, aos 67 anos, em São Paulo, o jornalista Celso Pinto. Considerado um dos nomes mais influentes de economia do Brasil, Celso foi o criador do jornal Valor Econômico. 

O jornalista estava afastado das redações desde maio de 2003, quando sofreu uma parada cardiorrespiratória. Ele foi internado com pneumonia há duas semanas e não resistiu a complicações da doença.

Paulista, nascido em São Paulo, Celso Pinto se formou em ciências sociais pela Universidade de São Paulo (USP) e jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Sua primeira atuação no jornalismo ocorreu em 1974, na Folha de S. Paulo como repórter de economia.

Criado através de uma parceira entre os grupos Folha e Globo, o jornal Valor Econômico teve a sua primeira edição em maio de 2000, tornando-se a publicação mais relevante do país em economia. Celso foi diretor de Redação e escrevia uma coluna semanal até 2003, quando passou mal durante uma partida de tênis.

Em 2016, o grupo Globo comprou a parte da Folha no Valor e começou a controlar o jornal sozinho. Celso foi membro do Conselho Editorial da Folha de S.Paulo até 2019.

Publicações relacionadas