adblock ativo

Procura por crédito sobe 6,9% em fevereiro, diz Serasa

Publicado segunda-feira, 11 de março de 2013 às 11:02 h | Atualizado em 19/11/2021, 05:16 | Autor: Agência Estado
adblock ativo

O número de pessoas que buscaram crédito em todo o País no mês de fevereiro subiu 6,9% em relação ao mesmo mês do ano passado, apurou a Serasa Experian. Foi a quinta alta consecutiva na variação interanual. Já na comparação com janeiro, foi registrada queda de 13% na busca por crédito, explicada, segundo a instituição, pelo menor número de dias úteis do mês em decorrência do feriado de carnaval. No acumulado do ano, a demanda de consumidores por crédito avançou 9,7%.

"O processo de reativação da demanda do consumidor por crédito, do qual o resultado de fevereiro foi mais um exemplo, relaciona-se com a atual tendência de diminuição dos níveis de inadimplência e com as taxas de juros mais baixas", avaliam os economistas da Serasa Experian, em nota distribuída à imprensa. A instituição ressalta ainda o "bom momento vivido pelo mercado de trabalho, apesar do fraco desempenho da economia brasileira em termos de crescimento econômico".

O Norte e o Nordeste puxaram a alta de fevereiro na comparação com o mesmo mês de 2012, com altas de 13,2% e 11%, respectivamente. Sul, Sudeste e Centro-Oeste registraram, também respectivamente, avanços de 7,0%, 5,7% e 2,2%, em fevereiro ante mesmo mês do ano passado.

Na análise interanual, os consumidores de todas as faixas de renda mensal aumentaram a demanda por crédito. Os maiores avanços foram apresentados nas camadas de menor rendimento mensal. Entre os consumidores que ganham até R$ 500 mensais, o avanço foi de 12,5%. Na sequência, vêm aqueles que recebem entre R$ 500 e R$ 1.000 mensais (8,9%) e os com rendimento mensal entre R$ 1.000 e R$ 2.000 (5,3%). No acumulado do primeiro bimestre, estas três faixas de renda concentram os maiores aumentos em termos de demanda dos consumidores por crédito: altas de 15,6%, 11,8% e 8,0%, respectivamente.

Os consumidores que possuem rendas mensais mais elevadas estão registrando menores crescimentos interanuais na busca por crédito. Foram altas de 2,9%, 1,7% e 2,8% no mês de fevereiro para os consumidores que ganham entre R$ 2.000 e R$ 5.000, de R$ 5.000 a R$ 10.000 e mais de R$ 10.000, respectivamente, em fevereiro ante mesmo mês de 2012.

adblock ativo

Publicações relacionadas