Renda Cidadã só será apresentado depois das eleições municipais, diz relator

Publicado quinta-feira, 08 de outubro de 2020 às 18:50 h | Atualizado em 08/10/2020, 18:53 | Autor: Da Redação

Relator da proposta de emenda à Constituição chamada PEC Emergencial (PEC) 186/2019, em que deve ser inserido o programa Renda Cidadã, o senador Márcio Bittar (MDB-AC) afirmou nesta quinta-feira, 8, que somente após as eleições municipais, haverá “condições mais sólidas” para a criação do novo programa social.

O senador disse que somente após as eleições municipais de novembro haverá consenso para a aprovação dessa proposta, com a participação do próprio presidente da República, Jair Bolsonaro, e as principais lideranças da Câmara e do Senado.

"Então é melhor esperar mais um pouco, mas poder trazer todos aqueles que são fundamentais para que isso seja aprovado. Fazendo assim, eu penso que estou dando uma contribuição para que a gente, antes de terminar o ano, criemos o programa” afirmou Márcio Bittar, segundo ele, a criação do programa não ultrapassará o teto de gastos da administração pública, estabelecido pela Emenda Constitucional 95.

“O Brasil tem que retomar a agenda das reformas administrativa, tributária e de todas as medidas que caminham no rumo da austeridade, na contenção dos gastos e na diminuição do tamanho da máquina pública, que se agigantou e praticamente come a sociedade”, afirmou Bittar, que trabalha na proposta que deve substituir o Bolsa Família e suprir a lacuna deixada pelo fim do auxílio emergencial.

Publicações relacionadas