adblock ativo

Saída do TPP foi um erro e reduzirá influência dos EUA na Ásia, diz Nye

Publicado terça-feira, 24 de janeiro de 2017 às 19:44 h | Atualizado em 19/11/2021, 07:58 | Autor: Gabriel Bueno da Costa | Estadão Conteúdo
adblock ativo

O professor Joseph Nye, da Harvard Kennedy School, afirmou nesta terça-feira que a decisão do novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar o país da Parceria Transpacífico (TPP, na sigla em inglês) foi um erro, na avaliação dele. Não é ainda possível, porém, sustentar que isso é um sinal de um novo cenário na arena internacional, acredita o pesquisador.

"Eu acho que foi um erro que irá reduzir a influência dos EUA na Ásia", afirmou Nye sobre a saída do país do TPP. O governo americano tem dito que privilegiará a negociação de acordos bilaterais, por considerar que dessa maneira conseguirá mais vantagens para a economia e a geração de empregos no país. Por outro lado, isso poderia abrir espaço para que os países envolvidos no TPP busquem acordos com outras nações, como a China.

O TPP é um acordo de livre-comércio que reunia Japão, Austrália, Brunei, Canadá, Chile, Malásia, México, Nova Zelândia, Peru, Cingapura e Vietnã, além dos EUA. Para Nye, o fato de os EUA terem abandonado a iniciativa não pode ainda ser avaliado como uma mudança no status quo global. "Em si isso não é um prelúdio para uma nova ordem, mas dependerá de que outros passos Trump adotar", afirmou por e-mail o pesquisador.

adblock ativo

Publicações relacionadas