adblock ativo

Setor têxtil faz protesto com 'cemitério de empregos'

Publicado terça-feira, 28 de outubro de 2014 às 07:51 h | Atualizado em 19/11/2021, 06:31 | Autor: Tulio Kruse | Estadão Conteúdo
adblock ativo

Entidades da indústria têxtil e sindicalistas fizeram, na segunda-feira, 27, um protesto contra a importação de produtos chineses. Cerca de 150 cruzes foram colocadas no canteiro da avenida Otto Baumgaurten em frente ao Expo Center Norte, na capital paulista, onde acontece a feira GoTex Show, organizada pela Câmara Chinesa de Comércio Têxtil e de Confecção.

"Foi uma simbologia com o cemitério de empregos", disse o diretor da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Fernando Pimentel. O setor têxtil e de vestuário brasileiro perdeu 16,4 mil postos de trabalho desde outubro de 2013, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Empregados (Caged). "Existe uma competição desleal com a Ásia", disse Pimentel.

De acordo com a organização do GoTex Show, não há participação do governo brasileiro no evento que está sendo realizado em São Paulo. Há participantes brasileiros no evento, como a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest) e outras entidades estaduais. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

adblock ativo

Publicações relacionadas