Alvo de bolsonaristas, Paulo Freire é o 1º brasileiro a ganhar estátua em Cambridge

Publicado sexta-feira, 26 de novembro de 2021 às 19:21 h | Atualizado em 26/11/2021, 19:24 | Autor: Da Redação

Um dos intelectuais mais influentes da educação, Paulo Freire foi homenageado por acadêmicos da Universidade de Cambridge, que instalaram nas dependências da universidade uma escultura reproduzindo o rosto do pensador. Freire é o primeiro e único brasileiro a ter uma honraria do tipo na instituição.

O busto em bronze foi inaugurado nesta semana, num dos corredores da biblioteca da Faculdade de Educação. Segundo o O Globo, os professores do local disseram que a obra é um símbolo de "tolerância e diálogo" em tempos de "guerra cultural" no ambiente acadêmico.

A estátua foi criada pelo artista plástico Murilo Sá Toledo, sendo idêntica às encomendadas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) para celebrar o centenário de Freire, neste ano, em assentamentos espalhados pelo país.

Alvo de bolsonaristas, Paulo Freire teve as obras mais lidas neste 2021 em que ele completaria os cem anos. A busca por títulos do autor registrou um crescimento de até 705%, conforme O Globo. No entanto, tal reconhecimento não pareceu ter sido apreciado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que já se referiu ao autor como “energúmeno”.

“Era uma programação [da TV Escola] totalmente de esquerda, ideologia de gênero, dinheiro público para ideologia de gênero. Então, tem que mudar. Reflexo, daqui a 5, 10, 15 anos vai ter reflexo. Os caras estão há 30 anos [no ministério], tem muito formado aqui em cima dessa filosofia do Paulo Freire da vida, esse energúmeno, ídolo da esquerda", disse Bolsonaro, em 2019, ao ser questionado sobre Paulo Freire e a programação da TV Escola.

No Reino Unido, a instalação da estátua ocorreu em meio a realização do seminário "Por que o espectro de Paulo Freire está assustando a direita brasileira?".

Publicações relacionadas