Anvisa e Polícia Federal interrompem jogo entre Brasil e Argentina

Publicado domingo, 05 de setembro de 2021 às 16:16 h | Atualizado em 05/09/2021, 19:07 | Autor: Da Redação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Polícia Federal (PF) interromperam o jogo entre Brasil e Argentina neste domingo, 05, na Arena Neo Química, em São Paulo.

Mais cedo a Agência informou que quatro atletas argentinos deveriam ser deportados do Brasil por terem dado informações falsas na entrada ao país.

Após determinação da Agência, a Conmebol e a CBF teriam interferido pela autorização dos atletas a participarem da partida. Após a intervenção da entidade, atletas argentinos deixaram o campo.

O técnico da seleção argentina, Lionel Scaloni, questionou o motivo da autuação não ter sido realizada antes do início da partida.

"Por que não autuaram antes? Por que deixaram entrar em campo", questionou o técnico, segundo o repórter Eric Faria, da TV Globo. Scaloni afirmou ainda que a Argentina não retornaria aos gramados.

Antes do imbróglio o técnico já havia declarado que, caso os quatro atletas não participassem da partida, a seleção também não participaria.

Publicações relacionadas