Bahia consegue efeito suspensivo no STJD para Daniel, Juninho e Nino

Publicado sexta-feira, 11 de junho de 2021 às 20:15 h | Atualizado em 19/11/2021, 12:15 | Autor: Da Redação

Relator do processo no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD), o auditor Mauro Marcelo de Lima e Silva deferiu parcialmente nesta sexta, 11, o pedido de efeito suspensivo do Bahia para os atletas Daniel, Juninho e Nino Paraíba. Eles se envolveram em briga generalizada após a final da Copa do Nordeste, contra o Ceará.

Julgados em primeira instância, o Bahia recebeu multa de 15 mil por rixa, enquanto Nino Paraíba recebeu sete jogos de suspensão, enquanto Daniel e Juninho receberam seis partidas.

De acordo com Mauro Marcelo, a medida segue a mesma linha para o Ceará e concedeu integralmente o efeito suspensivo quanto à multa recebida pelo clube baiano e deferiu parcialmente as suspensões aplicadas aos atletas após o cumprimento de dois jogos, cada. Ainda não há data prevista para o julgamento do recurso no Pleno.

O Bahia entrou com recurso no STJD nesta sexta e pediu o efeito suspensivo para que as penas fiquem suspensas até o julgamento do recurso em última instância. O pedido foi deferido parcialmente pelo relator Mauro Marcelo de Lima e Silva.

Publicações relacionadas