adblock ativo

Bahia mostra dependência de Fernandão para marcar gols

Publicado terça-feira, 15 de outubro de 2013 às 17:21 h | Atualizado em 15/10/2013, 17:23 | Autor: Daniel Dórea
Fernandão, atacante do Bahia
Fernandão, atacante do Bahia -
adblock ativo

Não que o problema do Bahia neste Campeonato Brasileiro esteja restrito a apenas um setor. Todos teriam necessidade de reforço, mas certamente um ataque menos improdutivo diminuiria em muito as dores de cabeça do treinador Cristóvão Borges.

Entre os jogadores de ataque do Esquadrão, apenas um tem feito o que se espera quando o assunto é balançar a rede. Fernandão já marcou 12 gols e esta marca representa 40% dos 30 tentos anotados pela equipe, dona do quinto ataque menos eficiente da competição.

Enquanto o número é animador para Fernandão, que se tornou o maior goleador da história do clube em um Brasileiro da Série A no formato de pontos corridos, a contrapartida para o Bahia é desalentadora.

Mais ninguém se destaca entre os autores dos 18 gols restantes. Quem mais se aproxima de Fernandão são Wallyson e Marquinhos, com três cada. Só um clube distribui os seus gols de forma menos 'justa' do que o  Bahia (Confira lista abaixo): a Ponte Preta, que tem como artilheiro William, com 14 gols - equivalente a 48% dos 29  marcados pela Macaca. Depois, há um abismo de goleadores no time até aparecerem, com dois tentos, Elias, Rildo e Artur.

Reforços - Para o jogo desta quarta-feira, 16, às 21h50, contra o Flamengo, no Maracanã, o Esquadrão - já no Rio, onde treina nesta terça-feira no CT do Fluminense - contará com três jogadores que voltam de suspensão: o goleiro Marcelo Lomba, o lateral-direito Madson e o volante Rafael Miranda.

Além disso, o técnico Cristóvão Borges poderá contar também com o meia-atacante Marquinhos Gabriel, que vinha sofrendo com problemas musculares e há duas rodadas está fora do time titular.

O embate com o Fla traz boas lembranças tanto para o Bahia quanto para Marquinhos. Ambos chegaram ao ápice de desempenho no confronto do primeiro turno, no qual o tricolor fez sua única goleada no Brasileiro (3 a 0) e o atleta gaúcho marcou o último de seus três gols no campeonato.

O placar daquele jogo levou o Bahia para a terceira posição na Série A (a melhor em toda a história dos pontos corridos), com o 'porém' de que, àquela altura, o time tinha uma partida a mais do que a maioria.

Assim como o retorno de Marquinhos, a evolução de William Barbio também é um alento para diminuir a dependência de Fernandão. O atacante, que foi um dos destaques do Ba-Vi da última quarta-feira, fez, no domingo, o gol de honra do time contra o Goiás. Foi o seu segundo na Série A.

Sobre o duelo da quarta, contra o Fla, Barbio passa a receita para o sucesso tricolor: "Não adianta pensar no jogo do primeiro turno. Será outra história. Precisamos atuar de forma compacta e aproveitar as chances que tivermos".

Os times que menos distribuem seus gols:

Ponte Preta: Artilheiro: William - 14 gols (48% dos gols da equipe) / Vice: Rildo, Elias e Artur - 2 gols
Bahia: Artilheiro: Fernandão - 12 gols (40%) / Vice: Wallyson e Marquinhos - 3
Náutico: Artilheiro: Maikon Leite - 7 gols (37%) / Vice: Rogério - 3
Flamengo: Artilheiro: Hernane - 12 gols (35%) / Vice: Elias - 4
Atlético-PR: Artilheiro: Éderson - 15 gols (33% ) / Vice: Paulo Baier - 7
Goiás: Artilheiro: Walter - 11 gols (33%) / Vice: Renan Oliveira e Hugo - 4
Portuguesa: Artilheiro: Gilberto - 13 gols (32%) / Vice: Diogo - 4
Coritiba: Artilheiro: Alex - 10 gols (32%) / Vice: Lincoln, Robinho e Deivid - 4
Corinthians: Artilheiro: Alexandre Pato - 7 gols (32%) / Vice: Guerrero - 5
Vasco: Artilheiro: André - 11 gols (29%) / Vice: Willie - 5
Fluminense: Artilheiro: Rafael Sóbis - 9 gols (29%) / Vice: Fred e Carlinhos - 3
Botafogo: Artilheiro: Rafael Marques - 10 gols (24%) / Vice: Elias - 7
Criciúma: Artilheiro: Lins - 9 gols (24%) / Vice: Wellington Paulista - 6
Santos: Artilheiro: Cícero - 8 gols (24%) / Vice: Thiago Ribeiro e Willian José - 5
São Paulo: Artilheiro: Luis Fabiano - 6 gols (23%) / Vice: Aloisio - 5
 

adblock ativo

Publicações relacionadas