adblock ativo

Bahia perde em casa e mantém jejum contra o Cruzeiro

Publicado quinta-feira, 05 de setembro de 2013 às 00:10 h | Atualizado em 05/09/2013, 14:08 | Autor: Alan Tiago Alves
Bahia x Cruzeiro
Bahia x Cruzeiro -
adblock ativo

Não foi dessa vez que o Bahia conseguiu quebrar o incômodo tabu sobre o time do Cruzeiro. Jogando na Arena Fonte Nova, em Salvador, o tricolor não segurou o líder do campeonato e saiu de campo derrotado por 3 a 1, na noite de quarta-feira, em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Esquadrão não vence a raposa desde agosto de 1994.

Com três zagueiros, o time do técnico Cristóvão Borges jogou recuado no primeiro tempo e foi para os vestiários em desvantagem, com os gols marcados pelos cruzeirenses Borges, que balançou a rede aos 24', e Éverton Ribeiro, que ampliou aos 39'. Na segunda etapa, o Esquadrão voltou com mais determinação e chegou a diminuir com Fahel, mas, nos minutos finais, tomou mais um, dessa vez do experiente Julio Baptista, e saiu de campo com a sétima derrota no campeonato.

Apesar do resultado - o terceiro revés em casa no torneio nacional -, o tricolor permanece na 9ª posição, com 23 pontos, sete a menos que o Botafogo, quarto colocado, e a quatro da Portuguesa, primeiro time na zona do rebaixamento. Já o time do Cruzeiro está isolado na liderança do Brasileirão, com 37 pontos.

Para não deixar o grupo dos quatro primeiro colocados ficar distante e nem encostar ainda mais na zona e rebaixamento, o Bahia precisa vencer, na próxima rodada, a equipe do Fluminense. A partida será no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, no sábado, 7, às 18h30. Já a equipe do Cruzeiro jogará em casa contra o Flamengo, no Mineirão, no domingo, 8, às 16h.

Raposa se impõe

O Esquadrão entrou em campo nesta noite, na Arena Fonte Nova para tentar quebrar o incômodo tabu de 19 anos sem vencer o time mineiro. O time do técnico Cristóvão Borges começou o jogo com três zagueiros. O início movimentado da partida, com as duas equipes buscando o caminho do gol, indicava que o jogo seria equilibrado. Mas não foi o que aconteceu.

Enquanto a equipe celeste trocava passes, o tricolor, recuado, marcava o adversário atrás da linha da bola. A melhor chance do primeiro tempo foi aos 18 minutos, quando a bola sobrou para Madson na área após furada de Fernandão. Mas o lateral pegou mal e mandou pela linha de fundo, desperdiçando a ótima oportunidade.

Pelo lado do time visitante, as boas jogadas saíam dos pés de Éverton Ribeiro, Borges e do experiente Júlio Baptista. Aos 24 minutos, a Raposa quase inaugurou o marcador: após cruzamento de Egídio, Júlio Baptista apareceu na área e mandou de cabeça na trave. A torcida celeste ainda lamentava a chance perdida quando, segundos depois, em outro cruzamento, a rede balançou. Willian mandou na área e Borges apareceu de peixinho para abrir o placar: 1 a 0 para os visitantes.

O Esquadrão sentiu o gol e passou a errar muitos passes. Já a Raposa, aproveitando-se do nervosismo do time da casa, chegou ao segundo gol aos 39 minutos. Éverton Ribeiro recebe na área no meio de três zagueiros, ajeitou no peito e mandou um belo chute no ângulo, sem chances para Lomba: 2 a 0. Sem forças para reverter a desvantagem, o Esquadrão foi para os vestiários atrás no marcador.

Fahel diminui; Júlio amplia

Para a segunda etapa, Cristóvão Borges decidiu voltar com uma alteração: trocou o lateral Madson pelo atacante Wiliam Bárbio. Depois, Marquinhos Gabriel, machucado, saiu para dar lugar a Anderson Talisca. As alterações tornaram o Bahia mais agressivo. Aos 19 minutos, após arrancar pela esquerda, Barbio tocou para Wallyson. Mas o atacante finalizou mal e o goleiro Fábio fez a defesa.

Com a clara intenção de segurar o placar, o time mineiro trocava passes pelo meio, mas passou a dar chances ao time da casa, que chegou ao primeiro gol aos 23 minutos. Raul cruzou na área e encontrou o zagueiro Fahel, que subiu de cabeça e diminuiu o placar para o Esquadrão (2 a 1).

Após o gol, as duas equipes passaram se alternar no ataque. Mas foi o time mineiro que marcou. A poucos minutos do final da partida. Willian cruzou na área e Dedé desviou de cabeça. O goleiro Lomba espalmou e, no rebote, Júlio Baptista escorou para a rede, fechando a conta na Arena.

Veja os gols de Bahia x Cruzeiro

adblock ativo

Publicações relacionadas