adblock ativo

Bahia tem série de confrontos diretos e pode dar salto na tabela de classificação

Publicado às | Atualizado em 21/10/2021, 22:51 | Autor: Rafael Tiago Nunes
Elenco tricolor segue preparação para enfrentar a Chapecoense, domingo, na Arena Fonte Nova | Foto: Felipe Oliveira | EC Bahia
Elenco tricolor segue preparação para enfrentar a Chapecoense, domingo, na Arena Fonte Nova | Foto: Felipe Oliveira | EC Bahia -
adblock ativo

Uma chance de ouro, aquela que pode mudar a vida de uma pessoa, de uma instituição completamente. Tipo como ganhar na loteria, encontrar a alma gêmea ou conseguir aquele tão sonhado contrato. Para o Bahia, a tão esperada oportunidade não beira o impossível e nem é necessariamente o desejo de uma vida. Está mais para uma chance de salvação, um ensejo de somar nove pontos, subir na tabela e, claro, ficar na Série A.

>>Veja tabela de classificação e jogos da Série A

Na 16ª colocação, com 28 pontos conquistados e invicto há três rodadas, o Tricolor terá uma sequência contra adversários diretos na luta contra o rebaixamento, que vêm de longas séries sem vencer na competição e que, no primeiro turno, saíram de campo derrotados pelo Esquadrão. São eles: Chapecoense (20º), Ceará (14º) e Juventude (17º).

Na missão para avançar casas na tabela de classificação, o primeiro desafio da série dos sonhos do Bahia será neste domingo, às 20h30, na Arena Fonte Nova, contra a Chape, em partida válida pela 28ª rodada. O Verdão do Oeste é o lanterninha, tem apenas 13 pontos, só venceu uma partida em todo o Brasileirão e não ganha há sete partidas.

O segundo adversário é o Vozão, que ocupa a 14ª posição, com 31 pontos ganhos. O time comandado pelo técnico Tiago Nunes ganhou apenas um duelo nas últimas 12 rodadas e perdeu os últimos dois confrontos contra o Tricolor. O jogo é atrasado da 23ª rodada da competição.

O terceiro e último da série será o Juventude. O time de Caxias do Sul vive situação semelhante a do Vovô e também não só ganhou um jogo dos últimos 12 disputados, sendo que não sabe o que é ganhar há sete partidas. O alviverde está na 17ª colocação e tem os mesmos 28 pontos do Bahia.

Caso saia vitorioso nos três confrontos, o Tricolor chegará aos 37 pontos e, com a combinação ideal de resultados, pode chegar até ao 9ª lugar e respirar mais tranquilamente antes de pegar uma pesada sequência contra São Paulo, Flamengo e Atlético-MG.

Preparação

Focado no importante jogo contra a Chapecoense, o técnico Guto Ferreira segue em busca do substituto ideal para a vaga do meia Lucas Mugni, suspenso pelo acúmulo de três cartões amarelos.

O treinador tem feitos trabalhos táticos, de ataque contra defesa, com foco nos cruzamentos e finalizações. Em um segundo momento, Guto realizou um coletivo e orientou um trabalho em campo reduzido com titulares e reservas juntos se enfrentando.

Antes das atividades em campo, todo o grupo assistiu vídeos de jogos da Chape, juntamente com a comissão técnica do Bahia.

Ainda em processo de recuperação, os atacantes Rossi e Marcelo Cirino fizeram um trabalho físico com o preparador Roberto Fernandes.

Um já foi...

Após ser afastado do elenco principal e ser oficialmente retirado dos planos do técnico Guto Ferreira, o volante Matheus Galdezani não é mais jogador do Bahia.

O jogador chegou a um acordo com a diretoria tricolor e antecipou o fim do vínculo, que, inicialmente, se encerraria em dezembro. Ele estava emprestado pelo Coritiba. A rescisão, inclusive, foi publicada no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF, na quinta-feira, 21. Em 25 partidas com a camisa do Bahia, Matheus Galdezani nunca conseguiu se firmar no time titular.

Óscar Ruíz, Thonny Anderson e Pablo ainda negociam as suas respectivas rescisões contratuais com o Esquadrão de Aço. A situação mais complicada é a do atacante paraguaio, que tem 30 anos de idade e contrato com o Tricolor até dezembro de 2023.

adblock ativo

Publicações relacionadas