Bahia vai na contramão do pior início dos brasileiros na Sul-Americana

Publicado sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020 às 11:27 h | Atualizado em 28/02/2020, 11:45 | Autor: Filipe Ribeiro*

Após a queda do Fortaleza ainda na primeira fase da Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira, 27, os times brasileiros alcançaram o pior início internacional da competição. Dos seis times nacionais, apenas o Bahia e o Vasco se classificaram para a próxima fase. É a primeira vez que tantos representantes do país deixam o torneio continental tão cedo no confronto com clubes do exterior.

Até 2017, os times brasileiros se enfrentavam nas fases iniciais. Os confrontos com equipes estrangeiras só eram possíveis a partir das oitavas de final.

O recorde de eliminações precoces contra os times do exterior aconteceu ano passado, com o próprio Bahia, Santos e Chapecoense despachados por Liverpool-URU, River Plate-URU e Unión La Calera, do Chile, respectivamente.

O Esquadrão garantiu a vaga na segunda fase construindo placares confortáveis nos dois confrontos de ida e volta diante do Nacional-PAR. No dia 12, na Arena Fonte Nova, o Bahia venceu por 3 a 0, estabelecendo um placar sólido ainda no 1º tempo. Nesta quarta-feira, 26, no Estádio Luis Alfonso Giagni, o Tricolor voltou a vencer, desta vez por 3 a 1, com dois gols de Gilberto - artilheiro da Sul-Americana.

O Vasco também escapou de virar estatística. O clube carioca derrotou o Oriente Petrolero por 1 a 0 no jogo de ida, e empatou sem gols na casa do adversário na volta. Do lado dos eliminados surgem o Atlético Mineiro, que foi despachado pelo Unión Santa Fe, da Argentina; o Fluminense, derrotado pelo Unión La Calera, do Chile; o Goiás, eliminado pelo Sol de América, do Paraguai, e o Fortaleza, que caiu diante do maior campeão da Libertadores, com sete títulos, o Independiente, da Argentina.

O Bahia agora aguarda o sorteio da segunda fase, realizado pela Conmebol, para conhecer seu próximo adversário na Sul-Americana. Já o próximo compromisso do elenco principal será no dia 7 de março, pela Copa do Nordeste, diante do Confiança, na Arena Fonte Nova, às 16h, pela 6ª rodada da fase de grupos.

*Sob a supervisão do editor Vinícius Ribeiro

Publicações relacionadas