Bahia visita o Guarani e tenta encerrar tabu no Brinco de Ouro

Esquadrão de Aço também busca derrubar retrospecto ruim contra times que estão no Z4 da Série B

Publicado sábado, 16 de julho de 2022 às 07:00 h | Atualizado em 15/07/2022, 23:11 | Autor: Luiz Teles
Tricolor tem um triunfo, um empate e duas derrotas contra equipes dentro do Z4
Tricolor tem um triunfo, um empate e duas derrotas contra equipes dentro do Z4 -

Com apenas cinco pontos nos últimos cinco jogos da Série B, o Bahia chega pressionado para seu penúltimo confronto do 1º turno da competição. Em 3º lugar na tabela de classificação (e presente no G-4 desde o início do torneio), o Tricolor viu a ‘gordura’ da diferença que construiu para o 5º colocado cair de oito para quatro pontos, e caso não vença hoje o Guarani, a partir das 18h30, no Brinco de Ouro, pode ver a vantagem cair para até dois.

Missão que promete ser complicada, já que o Esquadrão jamais venceu o Bugre em seus domínios e tem demonstrado extrema dificuldade contra adversários que estão na zona de rebaixamento, como é o caso da equipe de Campinas (SP).

Em quatro confrontos contra times que estavam no Z-4, foram duas derrotas, um empate e um triunfo. O Tricolor bateu o Náutico, então lanterna, mas ainda na 2ª rodada, fora de casa, por 1 a 0. Depois, pelo mesmo placar, perdeu na 9ª rodada para o Tombense (em Minas) e na 13ª rodada para a Chapecoense, na Fonte Nova. Na última rodada, conseguiu um empate em 1 a 1, já próximos dos acréscimos, contra o Vila Nova (20º), em Goiânia.

Além de superar a sina de ir mal contra os times do Z-4, o Tricolor precisa superar o tabu de jamais ter vencido o Guarani em seus domínios. Em 19 jogos fora de casa, todos no Brinco de Ouro, foram 12 derrotas e 7 empates, com apenas 15 gols pró e 33 sofridos. O último duelo lá ocorreu em 15 de agosto de 2009, pela Série B, com o Bugre vencendo por 2 a 1. 

Em casa, o Bahia dá uma equilibrada. O último encontro, pelo mesmo campeonato, foi vencido pelo Esquadrão por 2 a 0, em Pituaçu, em 21 de novembro daquele ano. No geral, foram 30 jogos entre os clubes, com 5 triunfos do Tricolor, 12 empates e 13 derrotas, 26 gols marcados e 39 sofridos.

Desfalques e dúvidas

Para vencer em Campinas, o técnico Enderson Moreira já sabia que não poderia contar novamente com os volantes Rezende e Emerson Santos (que ainda se recuperam de lesão), mas ainda ganhou um importante desfalque de última hora: o zagueiro Luiz Otávio, que sentiu um incômodo no adutor da coxa direita e foi vetado pelo departamento médico. Além deles, o lateral-esquerdo Matheus Bahia também está fora do duelo, suspenso.

A única boa novidade no treino de ontem, no CT Evaristo de Macedo, foi a presença do lateral-direito André na atividade. Ele lesionou o joelho no jogo contra o Athlético-PR na terça-feira e era dúvida para a viagem. Quem também está recuperado e tem chance de ir a campo é o atacante Marco Antônio, além do lateral-esquerdo Luiz Henrique e do zagueiro Didi.  

Antes dos trabalhos em campo, os jogadores assistiram a um vídeo sobre o Guarani. Em seguida, os atletas foram ao gramado para um treino tático em campo reduzido, além de outro em área mais ampliada num 10 x 10. A delegação embarcou para São Paulo no início da tarde, de onde seguiu de ônibus para Campinas. 

Com os desfalques, a tendência é que Enderson Moreira escale o Bahia com: Danilo Fernandes; André, Ignácio, Gabriel Xavier e Djalma; Miquéias, Patrick, Mugni e Daniel; Raí (Rildo) e Davó.

Guarani

O Guarani tem apenas uma baixa para o jogo de hoje: o meia Giovanni Augusto, que vinha atuando como  ‘falso 9’, mas  sofreu uma lesão muscular de grau 1 e foi vetado pelo departamento médico. 

O técnico Mozart deve substituí-lo por Bruno José, que volta ao time ao lado do lateral-esquerdo Mateus Pereira, após não enfrentarem o Cruzeiro, na rodada passada, por  questões contratuais no empréstimo feito pela Raposa.

Assim, o Bugre deve ir a campo com: Kozlinski; Lucas Ramon, João Victor, Derlan e Matheus Pereira; Leandro Vilela, Silas e Eduardo Person; Bruno José, Yago e Maxwell.

FICHA TÉCNICA:

Guarani x Bahia - 18ª rodada do Brasileirão Série B

Local: Brinco de Ouro, em Campinas (SP), às 18h30  

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (Fifa-RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)

VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Guarani - Kozlinski; Lucas Ramon, João Victor, Derlan e Matheus Pereira; Leandro Vilela, Silas e Eduardo Person; Bruno José, Yago e Maxwell. Técnico: Mozart Santos.

Bahia - Danilo Fernandes; André, Ignácio, Gabriel Xavier e Djalma; Miquéias, Patrick, Mugni e Daniel; Raí (Rildo) e Davó. Técnico: Enderson Moreira.

Publicações relacionadas