Duelo com o Palmeiras marca jogo número 100 de Douglas pelo Bahia

Publicado quarta-feira, 13 de novembro de 2019 às 20:13 h | Atualizado em 13/11/2019, 20:56 | Autor: Alex Torres*

O jogo contra o Palmeiras no domingo, 17, na Arena Fonte Nova, promete não ser um duelo como qualquer outro. Além de ser uma oportunidade do Tricolor findar o jejum de seis jogos sem vencer, o goleiro Douglas Friedrich, destaque do Esquadrão na temporada, alcançará a marca de 100 jogos com a camisa do clube.

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta-feira, 13, o arqueiro do Bahia destacou a expressiva marca atingida ao longo desses dois anos. "Marca muito importante para a minha carreira. É o clube que mais partidas eu defendi. Para mim, é uma marca importante, porque sempre tive esse desejo de passar pelos clubes e deixar um legado, uma história bonita, fazer uma história. Acredito que, não só por essa marca, mas pelo que tenho vivido nesses 100 jogos no Bahia, eu me alegro de atingir essa marca em um clube como o Bahia".

Para Douglas, 100 jogos é um número que ele pretende aumentar ainda mais. Com contrato até dezembro do ano que vem, o atleta foi questionado sobre a possibilidade de renovação e garantiu o interesse extender seu vínculo com o Bahia.

"Estou satisfeito com o que tenho vivido aqui no Bahia. Meu desejo é continuar construindo a minha história dentro da história do Bahia. Claro que isso não depende só do Douglas, tem que haver o desejo também do clube. Enquanto eu estiver no Bahia, vou continuar sendo esse Douglas, que se empenha pelo clube, que se empenha pelas causas do clube e que não se move só pelos números", garantiu.

Apesar do momento ser de comemoração para o goleiro, o Bahia não vive um momento bom no Campeonato Brasileiro. Além do jejum sem vencer, a própria Arena Fonte Nova não recebe um triunfo Tricolor há cinco partidas. Por isso, o duelo diante do Verdão poderá ser de muita festa e quebras de tabus, em caso do Bahia conquistar os três pontos.

"Não é só a torcida que está chateada, por mais que ela pense que a gente deixou de se empenhar ou de fazer algo. Não, a gente tem se empenhado, se dedicado, sofrido por essa perda de rendimento, por esses jogos que temos tido percentual de acertos menor, de erros maior, e, por consequência, temos tido irregularidade dentro das partidas, que leva a resultados ruins. A gente continua confiante internamente, mesmo com a desconfiança da torcida, que é normal, que a gente entende, porque criou uma expectativa grande. Cabe a nós defender essa torcida que nos cobra, que nos pressiona, mas que também nos trouxe aqui, nos apoiou", ratificou.

Por fim, mesmo com o ímpeto de conquistar a vitória, Douglas comentou acerca dos desfalques do time para o confronto.

"Acredito que, nessa semana cheia, Roger tem uma maior tranquilidade para preparar o time, e o time com essa modificação prevista por conta de contrato e acordo entre os clubes, que foje da alçada do jogador. Acredito que, tendo esse tempo, e tendo o grupo forte que temos, com peças boas para reposição, para alternativa na equipe, a gente tem tempo e tem as peças certas para suprir nessas alterações", concluiu.

Publicações relacionadas