adblock ativo

Em crise e sem técnico, Bahia refugia-se no Sul

Publicado quarta-feira, 22 de junho de 2016 às 22:24 h | Atualizado em 22/06/2016, 21:57 | Autor: Vitor villar
Treino Bahia em Juiz de fora
Treino Bahia em Juiz de fora -
adblock ativo

São três derrotas em sequência na Série B, e o Bahia caiu da 3ª posição, dentro do G-4, para a 7ª, três pontos atrás do grupo de acesso. Além disso, a ausência de comando, já que o nome do novo técnico segue indefinido.

Em meio a essa crise, o Tricolor tem ao menos um alento: com dois jogos em sequência fora de casa, o time preferiu emendar a viagem de Juiz de Fora, onde perdeu por 2 a 1 para o Tupi, para Caxias do Sul, onde enfrentará o Brasil de Pelotas na sexta-feira, 24, às 21h30. O time chegou ao Rio Grande do Sul na noite desta quarta, 22.

O refúgio ao Sul do país já estava programado, mas, diante do contexto, serve para afastar os jogadores de quem eles mais estão devendo: "A gente está em débito absoluto com o torcedor. Tenho vergonha de sair de casa pela campanha que a gente tem feito", admitiu o presidente do clube, Marcelo Sant'Ana, em entrevista para a Rádio Metrópole na terça, 21.

A crise parece ter explodido também dentro do vestiário. Após o jogo de terça, o atacante Hernane desabafou com os companheiros: "Não tem condições do Bahia perder três jogos seguidos. Um time de Série A, p...! Doriva não tem culpa de p... nenhuma. A gente que não foi homem nessa p...!", esbravejou o 'Brocador' em áudio captado pela Metrópole.

Nesta quarta, o camisa 9, que não enfrenta o Brasil de Pelotas por ter recebido o terceiro cartão amarelo, justificou a bronca: "Foi uma cobrança natural com o grupo. Estávamos com uma boa campanha e temos de retomar isso. Não tenho problema com ninguém aqui no Bahia", afirmou. "Falei o que estava sentindo. O momento é de a gente se fechar, trabalhar forte para elevar o Bahia".

Explicações

O volante Feijão, um dos mais queridos pela torcida tricolor, tentou explicar nesta quarta os motivos da queda de rendimento: "Quando você ganha, tudo fica uma maravilha, ninguém cobra nada. Faltou na gente mais cobrança. Se estava ganhando, cobrar que continuasse, uma sequência de oito, dez jogos sem perder", disse.

"Quando vencemos três seguidas, a gente pensou que era o time 'bambambam', que era o tal, e futebol não é isso. Temos que parar de falar que somos o melhor elenco da Série B e mostrar que é isso mesmo dentro de campo", completou o volante.

Além de Hernane, o técnico interino Aroldo Moreira não terá o zagueiro Jackson, também suspenso pelo terceiro amarelo. Zé Roberto e Éder devem ser os substitutos.

adblock ativo

Publicações relacionadas