Alan Santos se diz entusiasmado em retornar ao Vitória

Cria da base rubro-negra, o volante foi apresentado na tarde desta terça-feira, 4, na Toca do Leão

Publicado terça-feira, 04 de janeiro de 2022 às 19:45 h | Atualizado em 04/01/2022, 19:54 | Autor: Alex Torres

Como diria o velho ditado: "um bom filho, a casa torna". Por isso, o volante Alan Santos, cria das divisões de base rubro-negra, retornou ao Vitória e foi apresentado na tarde desta terça-feira, 4, na sala de imprensa do CT Manoel Pontes Tanajura. 

Durante a coletiva, o jogador de 30 anos explicou as principais motivações que o fizeram retornar a Salvador, para defender as cores do Leão da Barra. Segundo Alan, o objetivo principal é ajudar no projeto de reestruturação do Vitória na volta à elite do futebol nacional.  

"Estou muito feliz e entusiasmado. Esse desafio me chama muita atenção, colocar o Vitória onde deve estar, que é um clube de Série A. Esse vai ser o meu trabalho. Quero cooperar com meu trabalho, dando a minha parcela", afirmou o volante. 

Ao longo de sua carreira, Alan Santos passou por grandes clubes do futebol brasileiro, a exemplo de Santos, Botafogo e Coritiba. Na temporada passada, ele esteve na Primeira Divisão, onde fez parte do elenco da Chapecoense rebaixado à Série B. 

Pior do que o resultado dentro de campo, tem sido os problemas físicos, que têm convivido com o volante nos últimos anos. Questionado sobre as lesões, Alan disse que espera ter dado um basta na situação e espera que o Vitória seja justamente esse ponto de retomada. 

"Acho que como uma corrida de Fórmula-1, o carro às vezes tem que passar pelo pit stop. Estou passando quatro anos de minha carreira bem ruins, em termos de competitividade, de lesões graves. Tive outras propostas, mas o Vitória me escolheu primeiro, diretoria de muita qualidade, Alex Brasil com quem já trabalhei. Precisava passar por esse pit stop, e escolhi o Vitória para estar aqui. Creio que o projeto desse ano vai dar certo e vou trabalhar para isso", projetou o atleta. 

Posição em campo

Volante de origem, Alan Santos garantiu que possui valências que podem o permitir atuar em qualquer faixa do campo. Ele lembra que o seu início na base do Vitória foi como um meia, jogando mais a frente do que atualmente. 

Já no time santista comandado por Muricy Ramalho, por exemplo, ele fez a função mais marcadora, apesar de se considerar mais técnico para atuar como segundo volante. Por isso, ele considera que sua função em campo vai depender do treinador. 

"Eu jogo em qualquer lugar no meio de campo. Eu iniciei no Vitória como meia, depois eu fui para segundo volante lá. No Santos, o Muricy me colocou como primeiro volante, porque a característica do time dele era o time que jogava, e eu sou um jogador que sou mais técnico do que marcador, mas eu tive que me adaptar em alguns momentos da minha carreira, por parte do treinador que eu peguei, estilo de jogo que ele jogava. Mas em qualquer lugar no meio de campo eu consigo jogar e tentar ajudar o clube", concluiu Alan Santos. 

Publicações relacionadas