adblock ativo

Leão aposta no desempenho da defesa como visitante

Publicado quarta-feira, 19 de agosto de 2015 às 23:05 h | Atualizado em 19/08/2015, 20:06 | Autor: Moysés Suzart
Ramon
Ramon -
adblock ativo

Jogar fora de casa, sem dúvida, é um bom negócio para o líder Vitória nesta Série B. Dono da melhor campanha como visitante, ele também não costuma levar gols longe de Salvador e tem evoluído. Nos últimos cinco jogos como forasteiro, foi vazado apenas três vezes. Só para se ter uma ideia, no mesmo número de partidas em casa, neste mesmo período, o time baiano levou mais gols: quatro.

Nos nove confrontos fora de casa nesta competição, o Vitória fez nove gols e tomou oito. Ou seja, tem média inferior a um gol sofrido por duelo. Neste índice, o time atual supera o desempenho de 2012, em que o Leão terminou também na liderança do primeiro turno. Aquela ainda é a melhor campanha rubro-negra na Série B. Naquela temporada, no mesmo número de partidas como visitante, o Vitória havia levado 11 tentos.

Com uma marcação avançada, a equipe inteira divide os méritos  defensivos. Entretanto, a dupla de zaga titular, formada por Guilherme Mattis e Ramon, merecem créditos extra. Com os dois em campo, o Leão levou apenas dois gols longe da Bahia: no empate com o Mogo Mirim por 1 a 1 e no triunfo por 2 a 1 sobre o Ceará. Eles estarão novamente juntos no sábado, a partir das 16h30, em Maranhão, contra o Sampaio Corrêa.

"Queremos manter estes números positivos. Creio que eu e o Mattis nos completamos. A gente conversa muito tanto dentro de campo, como fora, no vestiário. Um passa confiança para o outro.  Ele é mais na raça; eu, mais na técnica. O que falta em um, o outro completa. Pode ter certeza que no resto do ano a gente vai brigar pelo título e, consequentemente, pela classificação", assegurou Ramon, que já fez nove jogos ao lado do amigo e não perdeu nenhuma partida.

A dupla terá um grande desafio na largada do returno. Em contraponto ao positivo retrospecto da defensa como visitante, o Leão enfrentará um time com bons números na condição de mandante. Em casa, o Sampaio Corrêa fez 19 gols, com média de 2,1 por embate. De todos os seus gols na Série B, 70% foram lá.

Treino Fechado

Nesta quarta-feira, 19 o Leão voltou aos treinamentos, mas sem a presença da imprensa, em Pituaçu. O time novamente realizou trabalhos táticos sem o capitão Escudero, que fez apenas um trabalho leve na academia.

Apesar da chance mínima de atuar, o também meia Pedro Ken voltou a treinar, mas separado do grupo e concentrado na parte física. Caso seja confirmada sua ausência, Flávio permanece na função.

Ainda sem saber se vai para o São Paulo, Rogério permanece treinando à parte e não deve continuar no clube.

adblock ativo

Publicações relacionadas