Raul Prata culpa primeiro turno por risco de rebaixamento: "Muito ruim"

Publicado quinta-feira, 25 de novembro de 2021 às 20:19 h | Atualizado em 06/12/2021, 15:42 | Autor: Alex Torres

A última rodada do Brasileirão Série B já está batendo na porta e a situação em que o Vitória se encontra no momento é a pior possível. Na 18ª posição, com 40 pontos, o time não precisa somente fazer a sua parte, mas também torcer contra os adversários diretos, caso queira permanecer na segunda divisão.

>> Veja tabela de classificação e jogos da Série B

Bem verdade que o segundo turno do Leão da Barra trouxe momentos de esperança ao torcedor. Após uma primeira metade desastrosa, a equipe foi assumida por Wagner Lopes que conseguiu encontrar um corpo para o time rubro-negro e teve aproveitamento de meio de tabela. Nas 18 partidas, foram seis vitórias, seis empates e seis derrotas.

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira, 25, no CT Manoel Pontes Tanajura, o lateral-direito Raul Prata analisou o desempenho do Vitória na Série B. Inevitavelmente, o experiente defensor apontou para o primeiro turno como o principal fator para o Leão da Barra estar na zona de rebaixamento.

"Nossa equipe vem pagando, nessa reta final, pelo primeiro turno, que foi muito ruim. Foram só duas vitórias. No segundo turno, a equipe encaixou mais e conseguiu as vitórias. Mesmo assim, não conseguimos sair da zona [...] A equipe entrosou e começou a vencer as partidas. Empatamos jogo fora com líder do campeonato. Depois, vencemos Vasco fora, Cruzeiro em casa. Nós jogamos muito bem, mas perdemos muitos pontos no primeiro turno", analisou Prata.

Outros fatores que foram responsáveis pelo baixo rendimento do Vitória no ano, estiveram relacionados a questões fora das quatro linhas. Questionado sobre a dimensão que os bastidores turbulentos afetaram no plantel, o lateral-direito preferiu não se comprometer, mas concordou que houve uma melhora na segunda metade do campeonato.

"Acho que não dá para medir o quanto essas coisas atrapalham um jogador ou outro. Nosso segundo turno o clube deu uma organizada e as vitórias começaram a vir. Se é coincidência, não sei. A equipe vinha jogando da mesma forma no primeiro turno, só que as vitórias não aconteciam", afirmou.

Duelo decisivo

A derrota no último jogo, contra o CRB, foi o pior resultado possível para o Vitória. O time poderia deixar a zona e depender apenas dele para se manter. No entanto, com o revés, vai precisar de combinações para não ser rebaixado à terceira divisão.

Para fugir da degola, o Vitória precisa obrigatoriamente vencer o Vila Nova. Além disso, ainda será necessário torcer para o Londrina não vencer o Vasco da Gama, no estádio do Café, e o Remo perder para o já rebaixado Confiança, em pleno Baenão.

"A gente precisa fazer nosso papel. É o mais importante. Não adianta a rodada ajudar e a gente não vencer a partida. É o jogo mais importante do ano para nós. Vamos fazer nossa parte, e o que for para acontecer vai acontecer", concluiu Raul Prata.

Publicações relacionadas