"União dentro e fora de campo", exalta Gabriel Bispo sobre elenco rubro-negro

Publicado quinta-feira, 18 de março de 2021 às 20:00 h | Atualizado em 19/11/2021, 11:59 | Autor: Alex Torres

Contratado pelo clube em 2019, junto com o lateral-direito Van, após boa passagem pelo Bahia de Feira, Gabriel Bispo não vinha conseguindo se firmar com o manto rubro-negro. No ano em que chegou, realizou apenas oito jogos pelo Leão da Barra e, no início da temporada seguinte, foi colocado no time sub-23 para a disputa do Campeonato Baiano. Após o fim do estadual, ele foi emprestado ao Juventude, onde se destacou e conquistou o acesso à Série A pela equipe gaúcha.

>> Veja tabela de classificação e jogos do Baianão

>> Veja tabela de classificação e jogos da Copa do Nordeste

Agora de volta ao Vitória, o volante de 24 anos falou em entrevista coletiva, nesta quinta-feira, 18, sobre as oportunidades que tem recebido com o treinador Rodrigo Chagas. Em meio a um time recheado de garotos formados na base, Bispo tem sido um dos pilares no meio-de-campo rubro-negro e ainda recebeu a braçadeira de capitão na última partida, contra o Bahia, após o zagueiro Wallace ser poupado.

“Acho que a principal peça que está sendo formada é a união. A gente colocou a união dentro e fora de campo. A gente está tentando formar uma família. Quando a gente corre pela família, a gente corre com gosto, com mais vontade, com mais empenho”, exaltou Gabriel Bispo durante a coletiva.

De ‘fora dos planos’ do Vitória em 2020, para titular e capitão da equipe principal sob o comando de Rodrigo Chagas em 2021, Bispo agradeceu a oportunidade que tem recebido no clube. “Fico feliz com essa liderança que o professor Rodrigo tem me dado. Agradecer pela confiança de todos do grupo. Isso é de fundamental importância”.

O volante rubro-negro ainda comentou sobre a dura maratona de jogos que terá pela frente. Nos próximos 14 dias, o Vitória entrará em campo cinco vezes em partidas da Copa do Nordeste e Campeonato Baiano. Além disso, ainda existem duas partidas adiadas pelo estadual, contra Vitória da Conquista e Jacuipense, que precisam ser incluídas no calendário.

Para Gabriel Bispo, não existe muito segredo. A única solução para esse problema de agenda está em “trabalhar bastante” e descansar o suficiente para encarar a dura rotina de jogos. Dentro desse período, serão quatro jogos do Nordestão e apenas um pelo certame estadual.

“Um pouco difícil falar sobre isso. Todo mundo está passando por momento crítico, mas a gente tem que dar continuidade enquanto tiver o campeonato. Tem que treinar, trabalhar bastante, descansar bem porque são jogos difíceis. A gente tem que estar sempre treinando, descansando para pode estar todos os jogos inteiro”, concluiu o volante.

Publicações relacionadas