Vitória precisa de ao menos 7 pontos em 4 jogos para avançar

Rubro-Negro ocupa a 10ª posição no torneio com 21 pontos

Publicado quarta-feira, 20 de julho de 2022 às 06:00 h | Atualizado em 19/07/2022, 22:37 | Autor: Luiz Teles
O experiente Tréllez é uma das esperanças de gol do Rubro-Negro
O experiente Tréllez é uma das esperanças de gol do Rubro-Negro -

Após muito sofrimento, três treinadores diferentes e uma arrancada sensacional nas últimas quatro rodadas, o Vitória entrou de vez na briga por uma vaga na 2ª fase da Série C. Com 21 pontos e ocupando a 10ª posição no torneio, o Rubro-Negro mira o G-8 de perto e precisa de ao menos 7 pontos nos 4 jogos que lhe restam para boas chances de avançar na competição.

Como o regulamento da atual Série C é inédito, com 20 times se enfrentando em turno único para que os oito primeiros avancem à 2ª fase, a reportagem de A TARDE fez um levantamento no histórico das pontuações dos 8º e 9º colocados ao fim do 1º turno nas Séries A e B, desde 2006, ano em que passaram a serem disputadas no formato de pontos corridos, com 20 equipes (veja a tabela ao lado). Pelo levantamento, o número ‘mágico’ para a classificação seria 28 pontos, média histórica dos times que ficaram na 8ª posição ao fim de 19 rodadas nos 32 torneios avaliados.

Importante observar que tanto para a Série A quanto para a Série B, a média do 8º colocado foi cravada de 28 pontos. Contudo, há uma variação importante por conta do desequilíbrio orçamentário na 1ª Divisão que faz com que na Segundona, mais nivelada, por oito vezes o clube que ficou em 9º lugar fizesse 28 ou mais pontos, enquanto na elite isso só ocorreu em três oportunidades, sem nunca passar da marca de 28. É de se esperar, consequentemente, que na Série C fazer 28 seja suficiente para se garantir no G-8.

Para o Portal Chance de Gol, especialista em probabilidades no futebol e que leva em conta apenas o cálculo matemático, sem análise do histórico, apenas 33 pontos garantem com 100% de certeza uma equipe da Série C na 2ª fase. Com 32 e 31, seriam 99%, 30 (90%), 29 (70%) e 28 (60%).

No caminho certo

Com 10 pontos conquistados em 12 possíveis (83,8% de aproveitamento) desde a estreia do técnico João Burse, o Vitória está no caminho certo para se garantir no G-8 ao fim da fase de classificação. Para chegar aos 28 pontos, o Leão precisa de duas vitórias e um empate nos quatro jogos (58,3% de aproveitamento) que ainda lhe restam: Ferroviário-CE (24/7, fora de casa), ABC (31/7, em casa), Mirassol (7/8, fora) e Brasil-RS (13/8, no Barradão). Três triunfos praticamente selariam a vaga do Rubro-Negro na 2ª fase. São dois times que estão na zona de rebaixamento, Ferroviário (17º) e Brasil (19º), e dois que estão no Top 5 da tabela: Mirassol (1º) e ABC (5º).

A tarefa não é mais que possível, mas não fácil, tanto que o técnico João Burse pediu cautela na empolgação. “Nossos atletas estão trabalhando muito desde o primeiro dia que a gente começou aqui. Vamos continuar tirando eles da zona de conforto, colocar todo mundo com o pé no chão, continuar trabalhando, se dedicando, para ir em busca novamente de um grande jogo no próximo domingo. Vamos continuar com o pé no chão, jogo a jogo. Pensar no futuro, só na próxima semana”, disse o treinador após o triunfo sobre o Paysandu. O discurso do treinador é seguido pelos jogadores, como destacou o meio-campista Dionísio. “Agora é esquecer o Paysandu e focar no Ferroviário. Teremos quatro finais até o fim da Série C”.

Após se reapresentar na segunda-feira, o elenco do Vitória ganhou folga ontem e volta ao batente hoje para dar prosseguimento à preparação para o jogo contra o Ferroviário, domingo, às 17h, no Ceará.

Publicações relacionadas