Fifa autoriza ucranianos a se transferirem para outros clubes

Cada clube poderá receber até dois profissionais beneficiados por esta medida

Publicado quarta-feira, 16 de março de 2022 às 19:42 h | Atualizado em 16/03/2022, 19:42 | Autor: AFP
A Rússia está isolada no mundo esportivo e excluída de competições internacionais
A Rússia está isolada no mundo esportivo e excluída de competições internacionais -

A Fifa estendeu nesta quarta-feira a jogadores ucranianos a possibilidade, aberta na semana passada para jogadores e treinadores estrangeiros na Ucrânia e na Rússia, de assinar contratos com clubes de outros países sem ter que esperar a abertura da janela de transferências.

Como a Ucrânia declarou uma mobilização geral na qual os homens de 18 a 60 anos devem permanecer no país, será necessário que os jogadores estejam “autorizados a sair conforme as regras atuais sobre os movimentos transfronteiriços de cidadãos ucranianos”, informou a Fifa em comunicado.

Cada clube poderá receber até dois profissionais beneficiados por esta medida, conforme detalhado em anexo do regulamento sobre o estatuto dos jogadores afetados pela invasão da Rússia à Ucrânia.

Na semana passada, o Conselho da Fifa suspendeu os contratos de jogadores e treinadores estrangeiros que atuavam em Rússia e Ucrânia até o final da temporada.

A Rússia está isolada no mundo esportivo e excluída de competições internacionais. O objetivo desta medida da Fifa é “facilitar a saída” de todos os que não tenham chegado a um acordo com seus clubes.

Estes profissionais terão o “direito de suspender unilateralmente seu contrato de trabalho” até o dia 30 de junho e poderão assinar com equipes de outros países até 7 de abril.

Publicações relacionadas