Gabriel Bandeira termina em 3º e não avança nos 100m costas

Publicado quarta-feira, 01 de setembro de 2021 às 23:09 h | Atualizado em 06/12/2021, 15:28 | Autor: Da Redação

Foi por muito pouco, mas o nadador Gabriel Bandeira não conseguiu se classificar à final dos 100m costas da classe S14 (atletas com deficiência intelectual). A prova foi realizada na noite desta quarta-feira (no Brasil), 1º, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio.

O brasileiro terminou ficando com a terceira colocação em sua bateria, com tempo de 1min01s63, que culminou com o nono tempo no ranking geral. Na disputa, apenas os oito melhores posicionados avançariam para a fase final. A decisão está prevista para a manhã desta quinta-feira, 2, por volta das 6h.

Multimedalhista, Gabriel Bandeira tem sido uma das sensações da natação brasileira em Tóquio. Na edição atual dos Jogos, ele já faturou um ouro (100m borboleta), duas pratas (200m medley e 200m livre) e um bronze (revezamento misto 4x100m livre).

Outros resultados

Na categoria dos 400m livre da classe S6 (atletas com média funcionalidade), Talisson Glock liderou a bateria e avançou com o melhor tempo, indo para a final com o tempo de 5min06s28. Quem também avançou foi Laila Abate, nos 400m livre da classe S6 (atletas com média funcionalidade). Ela conseguiu o sétimo melhor tempo da classificação geral, com 5min39s00.

Em contrapartida, Vanilton Filho não conseguiu ir à final nos 100m borboleta da classe S9 (atletas com alta funcionalidade). O brasileiro foi o quinto de sua bateria, com 1min07s04.

Publicações relacionadas