Uefa investiga acusação de racismo em Áustria x Macedônia, na Eurocopa

Publicado terça-feira, 15 de junho de 2021 às 13:48 h | Atualizado em 15/06/2021, 14:01 | Autor: Da Redação

A Uefa anunciou nesta terça-feira, 15, que investiga uma acusação de racismo contra o jogador Marko Arnautovic, da seleção da Áustria. O atacante teria feito declarações nacionalistas e um gesto com intenção racista durante a partida contra a Macedônia do Norte, no último domingo, 13, pela Eurocopa.

A investigação foi aberta após denúncia da própria federação da Macedônia do Norte, que criticou suposta “explosão nacionalista” de Arnautovic ao comemorar o terceiro gol dos austríacos na vitória por 3 x 1. O atacante celebrou o gol demonstrando raiva e dirigindo gritos ao lateral Gjanni Alioski, do time adversário.

Em seguida, fez gesto com as mãos, unindo o dedo indicador ao polegar, o que é conhecido como uma manifestação supremacista e racista. Arnautovic tem origem sérvia e Alioski, albanesa. A Sérvia e a Albânia têm histórico de relações tensas, na década de 90. Lideranças sérvias acusaram albanesas de estimular a separação de Kosovo. A Sérvia não reconhece a independência do território vizinho.

“Um inspetor do Comitê de Ética e Disciplina foi designado para conduzir uma investigação sobre o incidente envolvendo o jogador Marko Arnautovic no jogo entre as seleções da Áustria e da Macedônia do Norte, pela Eurocopa, no dia 13 de junho”, informou a Uefa, em comunicado.

O lateral da Macedônia do Norte minimizou as discussões que teve com Arnautovic ao longo do jogo, mas revelou ter ouvido palavras pesadas do rival na comemoração do gol. 

Pelas redes sociais, Arnautovic negou qualquer intenção racista em seu gesto e pediu desculpas pelas declarações feitas em momento “acalorado”.

Publicações relacionadas