adblock ativo

Justiça nega aumento de pensão para mãe dos filhos de Gugu; defesa explica

Publicado às | Atualizado em 25/10/2021, 16:05 | Autor: Da Redação
Defesa da médica afirmou que pensão foi ajustada. | Foto: Reprodução / Instagram
Defesa da médica afirmou que pensão foi ajustada. | Foto: Reprodução / Instagram -
adblock ativo

A justiça de São Paulo vetou um aumento de pensão alimentícia pedido pela médica Rose Miriam Souza di Matteo, mãe dos três filhos do apresentador Gugu, morto em um acidente doméstico em 2019 aos 60 anos.

Segundo o Na Telinha, a decisão é dos desembargadores Edson Luiz de Queiroz, César Peixoto e Galdino Toledo Júnior. "Se Gugu não havia assumido qualquer encargo dessa natureza, não é possível promover esse tipo de pedido em face do espólio", frisouToledo.

Rose Miriam não foi citada no testamento de Gugu -que deixou 75% dos bens para os filhos e os 25% restantes para os cinco sobrinhos, além de R$ 100 mil mensais vitalícios para a mãe dele, Maria do Céu- mas conseguiu o direito a receber uma pensão mensal. Os filhos, no entanto, recorreram e conseguiram a suspensão da pensão.

Defesa explica

Em comunicado, a defesa da médica, no entanto, afirmou que a justiça manteve a pensão e ajustou de US$ 7 mil para US$ 10 mensais, que corresponde a cerca de R$ 56,7.

"Valor este que é para o custeio próprio de Rose e da residência de Orlando onde mora com seus filhos. Sem prejuízo do Espólio continuar arcando com os demais encargos, como empregados, despesas com educação e lazer, além de saúde física, mental e dentária dos filhos".

O processo de reconhecimento de união estável, o que garantiria a Rose Miriam participação na herança do apresentador, ainda não foi julgado.

adblock ativo

Publicações relacionadas