adblock ativo

Prefeitura nega ter contratado Fafá de Belém para show

Publicado domingo, 19 de outubro de 2014 às 11:18 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Da Redação
Fafá de Belém
Fafá de Belém -
adblock ativo

A prefeitura de Vitória da Conquista rebateu, por meio de nota, as criticas que recebeu da cantora Fafá de Belém nas redes sociais e afirmou que não existe nenhum contrato assinado com a artista para a apresentação do evento Natal da Cidade, realizado anualmente.

"Reiteramos que a cantora Fafá de Belém não estava contratada para nenhum show pela Prefeitura", diz a nota.

Fafá de Belém acusou o prefeito Guilherme Menezes (PT) de ter desistido de sua presença na grade de atrações do evento após ela ter aparecido no programa eleitoral de Aécio na TV.

Ainda segundo nota,  levando em conta o porte do evento, "seria até ingênuo considerar que a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista iria estabelecer critérios ideológicos para definir os artistas convidados dessa grandiosa festa".

A prefeitura alega que o critério definido na escolha das atrações "sempre foi o da qualidade artística, já que objetivo sempre foi trazer o que há de melhor na música brasileira para interagir com a população e com os artistas locais".

Polêmica

Fafá de Belém fez uma postagem em sua conta no Instagram, neste sábado, 18, afirmando que, por conta de seu apoio ao candidato do PSDB à presidente, o prefeito petista teria cancelado o show que ela faria no dia 22 de dezembro, no Natal da Cidade.

"Essa eh (sic) a DEMOCRACIA sob o olhar de alguns!!! Pode cancelar, Sr. Prefeito (sic) mas MINHA VOZ VC NÃO PODE CALAR", disse a cantora.

Na nota oficial, a prefeitura de Conquista nega que tenha feito contato com a cantora e atribuiu o episódio a "um telefonema anônimo" para a produção de Fafá.

Imagem ilustrativa da imagem Prefeitura nega ter contratado Fafá de Belém para show

Segundo a prefeitura, uma pessoa teria ligado para a produção da artista e se fez passar por funcionário da Secretaria de Cultura e, usando o nome fictício de Marcelo Ferraz, afirmou que a negociação seria cancelada por questões políticas.

"Lamentamos profundamente que um equívoco como esse, baseado em um telefonema anônimo, de alguém cuja procedência e interesses não podemos compreender, criem dúvidas que poderiam ser dirimidas com uma simples ligação da produção da cantora Fafá de Belém, que tanto admiramos, para o secretário de cultura ou para o próprio prefeito municipal".

adblock ativo

Publicações relacionadas