adblock ativo

Vencedor do The Voice, Sam Alves desabafa em rede social

Publicado terça-feira, 07 de janeiro de 2014 às 16:20 h | Atualizado em 07/01/2014, 16:20 | Autor: Da redação
Sam Alves
Sam Alves -
adblock ativo

Sam Alves usou a página pessoal dele no Facebook para desabafar contra os que o criticaram por cantar em inglês e por ter morado nos Estados Unidos quando criança.

Leia abaixo o desabafo completo do cantor:

Quero agradecer a todos que estavam contra eu ganhar o The Voice. Não estou falando de ninguém que torceu por outro participante. Porque eu respeito que cada um tem seu próprio gosto e preferência, e pode escolher por quem torce. Mas falo daqueles que me criticaram pelos meus pais terem me levado para os Estados Unidos quando eu tinha 4 anos, em busca de uma oportunidade para ter viver uma vida melhor do que eles tinham, e por dizerem que eu não sou uma verdadeira representação de um verdadeiro brasileiro, eu agradeço. Àqueles que disseram que eu não era o melhor cantor e que, portanto, não merecia ganhar: pessoalmente eu não acho que fui o melhor. Mas eu tinha que ser eu mesmo, ser verdadeiro e ser o melhor de mim para que eu pudesse sentir que eu estava representando às pessoas quem eu era e quem eu gostaria de ser. A todos que me julgaram sem me conhecer, que tristemente não podem alegrar-se na felicidade da conquista do outro, e àqueles que disseram que eu ganhar era uma fraude: Eu agradeço a vocês. Àqueles que não podem reconhecer que o Brasil é um país com diversos estilos musicais, variando de Axé, Forró, Samba, Bossa Nova, Pagode, Sertanejo, Rock e Pop, e que qualquer língua cria música, e que não é a língua da musica e nem o estilo que representa um país, mas o amor e o sangue que corre nas veias da pessoa que nasceu lá. Por causa daqueles que criticam, julgam e odeiam, nos fortalecemos e dependemos mais de Deus, quando sabemos que não são aqueles que estão no comando, mas Ele é quem está. Por causa de vocês, também reconheço mais e mais aqueles que torceram por mim e realmente acreditaram em mim, e não me julgaram sem me conhecer. Isso é para eles. Obrigado por me desafiarem a ser mais e mais eu mesmo, e por aceitarem da maneira que eu sou

adblock ativo

Publicações relacionadas