Empreendimentos apostam em chocotones artesanais para a ceia de Natal

Publicado sábado, 21 de dezembro de 2019 às 16:00 h | Atualizado em 22/12/2019, 12:01 | Autor: Alex Torres*

Que o chocotone é uma peça importante na tradição do natal, isso ninguém dúvida. Mas, diferente dos tradicionais pães comercializados com gotas de chocolate, uma nova tendência tem ganhado espaço na mesa dos brasileiros. Para seguir o fluxo das propostas de consumo de produtos artesanais, as marcas tem dado um jeito de inovar com os 'chocotones artesanais'.

Em busca de explicar melhor esta nova tendência, o Portal A TARDE entrou em contato com as empresárias Carolina Cristo, proprietária da marca Carol Cake. "Eu trabalho com chocotone há três anos. Me especializei nisso por um problema de saúde que eu tinha com relação a alergia aos ingredientes do panetone", contou Carol.

Normalmente, quando pensamos em produtos artesanais, a primeira coisa que vem a cabeça são as novidades na produção que acarretam, consequentemente, em sabores inusitados para o consumo do cliente. Para agradar o público natalino, a proprietária da Carol Cake tem apostado na atualização de seus produtos.

"Eu trabalho toda a minha linha em cima dos produtos artesanais, tudo que eu faço é de forma natural. Todos os produtos são testados e selecionados por mim, feitos manualmente. A grande mudança que existe atualmente, é a inclusão de sabores que antes o mercado não oferecia. No meu caso, eu trabalho em cima dos chocotones trufados, que nada mais é do que um chocotone tradicional, só que bastante recheado", contou.

Questionada sobre a alta demanda de pedidos no natal, Carol revelou aqueles que tem tido maior saída por parte do público. "Para o final de ano estão sendo o de nozes, que é uma fruta seca muito presente neste período natalino, e também os tradicionais como brigadeiro. Ninho com Nutella é uma combinação perfeita também, é um dos mais pedidos. 

Apesar da alta tendência de consumo, os chocotones tradicionais ainda são uma opção segura para o público que não quer se 'aventurar' em algo muito diferente ao compor a mesa da ceia de natal. Segundo a empresária, os novos sabores costumam ter um apelo maior para ocasiões onde se deseja presentear alguém. "Os tradicionais tem uma grande parcela de procura. No meu público, a busca pelos artesanais é algo mais para presente, com um 'quê' de sofisticação, não é algo que se compre para o dia-a-dia. A demanda é justamente por isso, até porque vem com toda uma embalagem envolvida, não é só o pão em si", afirmou.

Por fim, Carol também falou sobre a importância do chocotone na tradição do natal, como forma de construção cultural, que une familiares em uma das épocas mais esperadas do ano. 

"Eu comecei a trabalhar com a rosca natalina, porque era algo que estava sempre presente na minha mesa, na minha ceia de natal. Como minha família é grande, se reunia e sempre tinha na mesa Panetone, chocotone, rosca natalina. Então acho importante, sim, por uma questão cultural. Para mim, é algo que lembra muito a comunhão, a família, aquele momento em que estão todos celebrando. Trabalhar com comida é isso, trazer as pessoas para perto de você", finalizou.

Publicações relacionadas