adblock ativo

Aproveite os espaços ociosos e integre com a decoração da casa

Publicado sábado, 05 de agosto de 2017 às 13:49 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Lara Pinheiro*
No projeto de Rebecca de Gonzaga, itens de acervo pessoal do dono da casa otimizam o espaço
No projeto de Rebecca de Gonzaga, itens de acervo pessoal do dono da casa otimizam o espaço -
adblock ativo

Na hora de decorar espaços pequenos dentro de um ambiente maior – como os cantos de uma sala ou a área sob uma escada –, a harmonia nas peças é essencial. A arquiteta Ana Paula Guimarães, do escritório Manarelli Guimarães Arquitetura, em Salvador, recomenda combinar tons, para criar uma esfera limpa.

Havendo um espaço entre portas, por exemplo, a ideia de Ana Paula é estilizar o ambiente, colocando uma cômoda, com livros e abajur em cima, um banquinho ou até poltronas coloridas. Já a arquiteta soteropolitana Rebecca de Gonzaga vê as luminárias verticais como uma boa pedida para os cantos.

>> Reaproveitar móveis e objetos antigos é chave para economizar

>> Objetos de família e lembranças de viagens compõem a decoração afetiva

Outra opção é construir uma estante com uma horta ou criar um jardim. "Vasos com vegetação são sempre uma boa. Harmonizam o ambiente e preenchem o canto", opina Rebecca, que também considera essencial enxergar o ambiente como um todo. "É importante que o canto faça parte do resto do espaço", diz.

Por outro lado, Rebecca também pontua que é possível dar um destaque para o "cantinho excluído", inserindo elementos que fujam do que já está sendo usado no resto do ambiente. Ana Paula concorda: "Os materiais podem ser completamente diferentes, até pela diferença do ambiente", ressalta. "Em varandas, por exemplo, costuma-se usar madeira e alumínio. Já na sala são usados outros produtos, como vime", explica.

Já os quadros apoiados na parede são uma opção para ocupar espaços acima de armários – assim como vasos, totens ou esculturas. "Depende muito do lugar onde esteja o canto, e da solicitação do cliente", diz Ana Paula. "Na varanda, se for estreito, dá para fazer um deck com tatame e almofadas. Já no quarto pode ser uma escrivaninha", ensina a arquiteta.

Em exposição

Antes de decorar o local, Rebecca sugere verificar se a área pode ter alguma funcionalidade, como um escritório ou canto de leitura. "Caso não seja possível, a ideia é dar uma finalidade decorativa ao espaço. Para isso, pode-se usar lembranças de viagem ou de família", sugere.

Imagem ilustrativa da imagem Aproveite os espaços ociosos e integre com a decoração da casa

Objetos de coleção dão um toque especial no canto da sala (Foto: Lucas Silva | Divulgação)

Foi esse o projeto da arquiteta para o loft de um cliente que era piloto de rally e guardava uma coleção de objetos e garrafas trazidos de viagens a diversos países. "Era um cantinho meio perdido, embaixo de uma escada. A gente criou um espaço para o aparador e arrumou a coleção ali, para ficar mais harmônico e não interferir tanto na decoração do apartamento como um todo", diz Rebecca.

A profissional aplicou o mesmo princípio ao utilizar objetos da coleção pessoal de outra cliente em uma varanda, pendurando os itens na parede acima do sofá. "Como não cabiam muitos móveis, coloquei o sofá para servir de apoio. E, para dar um charme, expus objetos da coleção dela, de forma organizada", explica a arquiteta.

*Sob supervisão da editora Cassandra Barteló

adblock ativo

Publicações relacionadas