CasaCor Verão apresenta tendências para a estação

Publicado sábado, 15 de fevereiro de 2020 às 09:30 h | Atualizado em 15/02/2020, 10:18 | Autor: Fábio Bittencourt

Parede amarela, janelas coloniais preservadas na cor verde-bandeira, portais em azul. Design contemporâneo aliado a móveis de época. O contato com a natureza, o uso de vidro, madeira, tapetes em fibra natural. Peças garimpadas na Feira de São Joaquim casadas com artigos de luxo de loja da Alameda das Espatódeas –, o valor de um belo quadro.

Se uma casa na praia é o sonho da maioria, imagine agora ela toda montada na decoração, como na primeira edição da CasaCor Bahia Verão – mostra "relâmpago" de arquitetura, design de interiores e paisagismo –, que começou no último dia 4 e segue até terça-feira, na Ilha dos Frades (Baía de Todos-os-Santos). O evento é fechado para convidados.

Com o tema Bahia Experience, o objetivo da ação, de acordo com o empresário franqueado da marca no estado, Carlos Amorim, é a "ativação" do nome CasaCor "na estação mais importante do ano", bem como promover o "relacionamento e network" (com parceiros). A iniciativa conta com patrocínio da Breton, Saccaro, Itimov e Salvador Shopping.

"(CasaCor) é uma marca muito tradicional, com mais de 30 anos, e que nunca tinha feito uma (exposição) pop-up. E, apesar de novo na franquia, achei que ela tinha de ter uma vigência na época mais importante do ano, com muitos visitantes, personalidades, um ambiente de efervescência. É um evento que veio para ficar", diz.

Composto por quatro ambientes instalados no espaço do Cerimonial Loreto – dois lounges, um casarão e um restaurante –, o planejamento do projeto é de autoria dos arquitetos Ana Paula Guimarães e Thiago Manarelli. Com 16 participações em CasaCor, a ideia, segundo Paula, é "mostrar a Bahia, o verão, um lugar para usufruir e contemplar".

Casarão do Barão

"O baiano vai muito para o litoral, balneário, destinos como Trancoso, Itacaré, e a ilha (dos Frades) é um lugar belíssimo, muito representativo. A mostra abre a temporada 2020, e eu estou muito feliz pelo convite, em poder participar de todo esse processo. Carlos é inquieto, tem uma mente brilhante e sabe tirar da gente o que temos de melhor", fala ela.

Responsável pelo "espaço âncora" da mostra – Casarão do Barão de Loreto e Restaurante das Mangueiras –, o arquiteto sergipano radicado há 15 anos na Bahia Wesley Lemos explica que projetou "três versões para decoração de casa de praia", já que a edificação principal conta com três hospedarias de três suítes, sala de estar e um corredor, cada.

O primeiro (ambiente) tendo a Bahia como cartão de visita; o segundo com uma pegada mais náutica, marítima; e outro retratando o estilo de vida baiano, diz ele. Em todos muita fotografia, o uso do amarelo, verde, azul e branco; móveis da "velha Bahia" e de design; a mistura de referências entre a Feira de São Joaquim e o Caminho das Árvores.

"A Bahia é uma referência no Brasil quando o assunto é o modo de vida à beira-mar. O sonho das pessoas é ter uma casa na praia, e com tempero baiano. Aqui eu quebrei o protocolo, e móvel de área externa foi para o lado de dentro, e vice-versa, desde que respeitados os materiais. Casa de praia é o pé para cima (do sofá), areia, água de coco, e aproveitar".

Equipado com mobiliário e artigos da loja Casa 245, o Recanto das Goiabeiras é um lounge idealizado pela arquiteta Tatiana Campos Melo. Criado em uma estrutura preexistente – composta de vidro e madeira –, ela conta ter utilizado tecido como "artifício para quebrar um pouco da claridade excessiva", além de estofados e tapetes em fibra natural.

O espaço conta ainda com o painel do pintor modernista Jenner Augusto da Silveira, A Ferrovia, o mesmo que integrou a última edição da CasaCor Bahia. A obra, de 1958 e feita sob encomenda para a Estação Ferroviária de Feira de Santana, é um "achado" de Carlos Amorim e se encontrava em galpão da extinta Rede Ferroviária Federal, ao lado da Estação da Calçada, em Salvador.

Com assinatura dos arquitetos Carol Gaspar e Cauã Witzke, o Lounge das Carlotas mescla móveis e objetos das lojas Breton e Saccaro, além de peças da Alban Galeria de Arte. A CasaCor Bahia Verão conta ainda com o apoio institucional da Fundação Baía Viva – organização não governamental voltada, entre outros, para a preservação ambiental da Baía de Todos-os-Santos, suas ilhas e o seu entorno.

*Confira o Cardeno Imobiliário completo na versão impressa do Jornal A TARDE

Publicações relacionadas