adblock ativo

Corretores de imóveis veem Feirão da Caixa como chance de disparar vendas

Publicado sábado, 28 de abril de 2018 às 16:15 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Gilson Jorge
Feirão vai colocar 11.838 imóveis à venda
Feirão vai colocar 11.838 imóveis à venda -
adblock ativo

Com juros menores para o crédito imobiliário e maior prazo para financiamento, os corretores de imóveis apostam no Feirão da Caixa 2018 como um bom momento para impulsionar as vendas do setor. O evento acontece em Salvador, São Paulo e Porto Alegre, de 4 a 6 de maio. Outras 12 cidades receberão, em datas posteriores, o feirão, que tem a estimativa de realizar R$ 15 milhões em negócios em todo o país.

Em Salvador, o evento acontecerá no estacionamento do Shopping da Bahia e oferecerá 11.838 unidades de 52 construtoras e incorporadoras. A sexta maior quantidade de imóveis em todo o Brasil, atrás de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Uberlândia.

"Um evento como esse tem o poder de alavancar as vendas. Ainda mais depois de a Caixa anunciar a redução de juros e o aumento do prazo para o financiamento de imóveis", afirma o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da Bahia (Creci-BA), Samuel Prado.

Dono de uma das maiores imobiliárias da Bahia e 2º-vice-presidente do Creci, José Alberto de Vasconcellos Oliveira calcula que a procura por imóveis para compra em seu negócio aumentou em 30% ao longo dos últimos 60 dias. "De uma média de mil e-mails por mês, passamos a cerca de 1.300", declara José Alberto, que confirma uma aceleração ainda maior na procura após o anúncio da Caixa.

Para o diretor pedagógico do Creci, Noel Silva, os efeitos das medidas anunciadas pela Caixa também já estão sendo sentidos, mas ainda vai demorar um pouco. "As coisas vão começar a acontecer depois das eleições, então eu diria que vai melhorar mesmo a partir do ano que vem", afirma o corretor, que já enxerga uma melhoria no setor, mas não vê uma possível retomada ainda este ano.

Feirão Casa Própria

Sobre a redução de juros, o corretor lembra que a Caixa acabou seguindo uma tendência que havia sido iniciada pelos bancos privados. "A Caixa chama a atenção ao fazer isso porque é o maior operador, mas já havia bancos oferecendo financiamento com juros menores", afirma Silva.

Agilidade e praticidade

O lançamento do Feirão da Caixa 2018 foi feito na tarde da última quinta-feira por meio de um "live", transmissão em vídeo ao vivo, pela página do Facebook, com o presidente do banco, Nelson Antônio de Souza. As condições de financiamento durante o Feirão da Caixa são as mesmas oferecidas pelas agências do banco ao longo do ano.

A assessoria do banco informou que para requerer o crédito da casa própria, no feirão, basta levar documento de identidade, CPF, comprovante de renda e residência atualizados. Os interessados também podem obter informações em todas as agências da Caixa, no site www.caixa.gov.br ou pelo serviço de atendimento ao cliente (0800 726 0101), disponível 24 horas por dia, inclusive nos fins de semana.

"O evento, já consolidado no mercado imobiliário devido ao sucesso nos últimos 14 anos, demonstra o empenho da Caixa em proporcionar agilidade e praticidade aos seus clientes e oferecer as melhores condições para a compra da casa própria", afirmou o presidente do banco, em nota emitida pela assessoria de imprensa.

A Caixa, que é de longe o maior financiador de imóveis do país, com 70% das operações para aquisição da casa própria, anunciou que possui R$ 82,1 bilhões para o crédito habitacional para 2018.

O Feirão Caixa da Casa Própria de 2018 conta com mais de 1.100 parceiros. São 559 construtoras e 422 correspondentes imobiliários da Caixa, além de 124 imobiliárias, que ocuparão os estandes do evento durante os três finais de semana de realização. Serão 179 mil imóveis novos e 23 mil usados que estarão disponíveis, nas 15 cidades onde o feirão acontece. Serão ao todo 1.600 empregados envolvidos com a realização dos eventos deste ano. A Caixa também terá um estande onde venderá imóveis de sua propriedade por meio de licitação aberta, venda direta ou leilão.

adblock ativo

Publicações relacionadas