adblock ativo

Astronautas abrem as novas asas da Estação Espacial

Publicado quinta-feira, 14 de setembro de 2006 às 23:49 h | Atualizado em 14/09/2006, 23:49 | Autor: Agência Reuters
adblock ativo

Dois painéis solares que servirão para duplicar o fornecimento de energia à Estação Espacial Internacional foram lentamente abertos na quinta-feira, concluindo a parte mais importante da atual missão do ônibus espacial Atlantis.



O controle da Nasa na Terra enviou os comandos para abrir um conjunto de painéis solares. Ambos estão sobre uma recém-instalada pilastra na estrutura da estação.



Brilhando sob a luz do sol, os mecanismos de 73 metros de comprimento se abriram como um acordeão, sem sinais dos problemas que prejudicaram a primeira instalação de painéis solares feita pela Nasa, há seis anos.



"O vôo saiu melhor do que nos meus sonhos mais loucos", disse o gerente da Nasa para a estação, Mike Suffredini, a jornalistas.



O ônibus foi lançado em 9 de setembro, após duas semanas de adiamentos por causa do mau tempo e problemas mecânicos. Essa missão era considerada essencial para o plano de fazer pelo menos mais 14 vôos com os ônibus espaciais para concluir a construção da estação e até quatro vôos para entregar peças de reposição e experimentos, antes que os ônibus sejam aposentados, em 2010.



Os painéis solares instalados na quinta-feira só serão ligados ao sistema central de energia da estação na próxima missão da Nasa, marcada para dezembro. Até lá, o equipamento vai alimentar apenas o laboratório de bordo. Há mais de seis anos a estação usava uma rede elétrica provisória.



As obras passaram quase quatro anos paradas devido ao acidente do ônibus Columbia, em 2003. Todos os vôos de ônibus espaciais foram suspensos para que a Nasa revisse os procedimentos de segurança. Os ônibus são os únicos veículos capazes de levarem as peças maiores da estação.



Antes de voltar à Terra, dois dos astronautas a bordo ainda sairão mais uma vez ao espaço, dedicando seis horas e meia a uma série de tarefas, como a instalação de uma antena para recolher dados de vibração das pilastras recém-instaladas e a retirada de materiais de experiências do teto da estação.



O ônibus deve partir no domingo e pousar na quarta-feira no Centro Espacial Kennedy, na Flórida.

adblock ativo

Publicações relacionadas