adblock ativo

Austrália nega que Djokovic esteja sendo mantido em cativeiro

Djokovic não revelou publicamente se já se vacinou contra a Covid-19

Publicado sábado, 08 de janeiro de 2022 às 16:39 h | Atualizado em 08/01/2022, 16:40 | Autor: Da Redação
Djokovic foi impedido de entrar na Austrália depois que seu visto foi cancelado por não cumprir as regras sanitárias
Djokovic foi impedido de entrar na Austrália depois que seu visto foi cancelado por não cumprir as regras sanitárias -
adblock ativo

A ministra de Assuntos Internos da Austrália, Karen Andrews, afirmou, neste sábado, 8, que o tenista sérvio Novak  Djokovic “não está sendo mantido em cativeiro”  no país, como sustentado por familiares e amigos do atleta. 

Djokovic foi impedido de entrar na Austrália depois que seu visto foi cancelado por não cumprir as regras sanitárias exigidas.

“Ele é livre para sair a qualquer hora que quiser e a Força de Fronteira vai realmente facilitar isso”, disse Karen Andrews.

“É responsabilidade individual do viajante garantir que todos os documentos necessários para entrar na Austrália estejam em ordem”, completou.

Djokovic chegou a Melbourne na última quarta-feira, 5, depois que os organizadores do torneio, em conjunto com o Departamento de Saúde de Vitória, disseram que ele recebeu uma isenção médica – uma decisão que gerou reação entre muitos australianos.

O número 1 do mundo no tênis masculino não revelou publicamente se já se vacinou contra a Covid-19 – mas o primeiro-ministro australiano Scott Morrison disse que Djokovic “não tinha uma isenção médica válida” para a exigência de vacinação feita a todos os recém-chegados.

O visto de Djokovic foi cancelado na quinta-feira, e ele está atualmente hospedado no Park Hotel, para onde teria sido transferido após ser detido no aeroporto, de acordo com as afiliadas da CNN, Seven Network e Nine News

adblock ativo

Publicações relacionadas