Calor na Europa já matou mais de mil e terá “apocalipse” nesta segunda

Espanha, França, Portugal e Inglaterra bateram recordes históricos de calor, com termômetros superando os 40ºC

Publicado domingo, 17 de julho de 2022 às 20:02 h | Atualizado em 17/07/2022, 20:06 | Autor: Da Redação
O calor extremo que já causou mais de mil mortes em países como Portugal, Espanha, Inglaterra e França
O calor extremo que já causou mais de mil mortes em países como Portugal, Espanha, Inglaterra e França -

Uma entrevista publicada neste domingo, 17, pelo jornal francês Le Monde, o meteorologista François Gourand, do serviço meteorológico estatal, previu “um apocalipse de calor” para regiões ao sudoeste do país na próxima segunda-feira, 18, com a expectativa de que os recordes históricos com os termômetros superando os 40ºC.

O calor extremo que já causou mais de mil mortes em países como Portugal, Espanha, Inglaterra e França, além de provocar uma série de incêndios florestais e preocupar autoridades.

Em Portugal, onde o problema dos incêndios preocupa, as temperaturas já bateram o recorde histórico ao chegar a 47ºC em algumas regiões. “Enfrentamos uma situação quase sem precedentes em termos meteorológicos”, disse, no último sábado, 16, André Fernandes, comandante nacional de defesa civil, segundo a Deutsche Welle.

Por causa dos incêndios, cerca de 20 mil pessoas tiveram de ser evacuadas nos países mais afetados e pelo menos 25 mil hectares de vegetação foram destruídos nos países da Europa continental.

Publicações relacionadas