adblock ativo

Capital da Russia volta a adotar lockdown em meio a nova onda de Covid-19

Publicado às | Atualizado em 21/10/2021, 15:23 | Autor: Da Redação
Presidente russo decretou feriado nacional de uma semana. | Foto: Kirill kudryavtsev / AFP
Presidente russo decretou feriado nacional de uma semana. | Foto: Kirill kudryavtsev / AFP -
adblock ativo

A Rússia enfrenta a pior onda da pandemia da Covid-19 e registrou recordes de casos e mortes em 24 horas, segundo divulgado por autoridades de saúde. O presidente russo, Vladimir Putin, decretou feriado nacional entre 30 de outubro a 7 de novembro.

Em tentativa de conter o avanço do vírus, a capital, Moscou, voltará a adotar o lockdown e serviços não essenciais serão fechados por 11 dias a partir do dia 28 de outubro. A decisão foi anunciada nesta quinta-feira, 21, pelo prefeito Serguei Sobianin.

"Durante o período, todas as empresas e organizações de Moscou deverão interromper o trabalho. A experiência mostra que os dias de recesso são a maneira mais eficaz de conseguir a redução de casos e mortes", disse. 

Desde o início da pandemia o governo russo registrou mais de 227 mil mortes por Covid-19. Entretanto, o número é contestado por agências, que cravaram que o país passou dos 400 mil óbitos no final de agosto.

adblock ativo

Publicações relacionadas