adblock ativo

Cineasta Panahi faz greve de fome no Irã, diz site

Publicado quarta-feira, 19 de maio de 2010 às 12:15 h | Atualizado em 19/05/2010, 12:15 | Autor: Agência Estado
adblock ativo

O premiado cineasta iraniano Jafar Panahi começou uma greve de fome por estar preso, segundo um site reformista do país. O site Rahesabz citou a mulher dele, Tahereh Saeidi, afirmando que o diretor parou de comer e beber na manhã de domingo. Tahereh disse que ele planeja prosseguir com o protesto até ter permissão para ver sua família, encontrar-se com um advogado e ficar em liberdade enquanto aguarda julgamento. Ela afirmou ter falado com Panahi ontem, por telefone.

O cineasta foi detido no início de março. Um promotor disse que a detenção não é política, mas que ele era suspeito por crimes não especificados. Panahi apoiou a oposição na eleição presidencial iraniana de junho passado. Ele foi brevemente detido no verão passado, quando visitava túmulos de vítimas dos distúrbios ocorridos após as eleições. Depois, foi banido de viajar ao exterior.

O Irã já censurou diversos filmes de Panahi. No Festival de Cannes, o diretor iraniano Abbas Kiarostami pediu ontem a libertação de Panahi. "O fato de um diretor estar preso é por si só intolerável", avaliou Kiarostami. "Quando alguém coloca um artista na prisão, é a própria arte que está presa e, por essa razão, devemos agir."

adblock ativo

Publicações relacionadas