EUA suspende entrada de cães do Brasil e de outros 112 países

Publicado terça-feira, 15 de junho de 2021 às 09:38 h | Atualizado em 15/06/2021, 09:46 | Autor: Da Redação

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) anunciou, nesta segunda-feira, 14, ter suspendido a importação de cães de 113 países, entre eles o Brasil.

A medida foi aplicada para o controle  do número de cães infectados que chegam ao país, parcela que aumentou desde 2019. De acordo com o órgão, muitos animais desembarcam com certificados falsos de proteção contra a zoonose.

O anúncio diz que a estimativa do CDC é de que 6% dos cães que chegam ao país vêm de países com alto risco de raiva canina. O órgão afirmou que pode haver exceções, analisadas individualmente, e sem direito a recurso.

A raiva foi erradicada dos Estados Unidos em 2007, mas ainda há casos no Brasil. Apesar das campanhas de vacinação, este ano um cachorro morreu da zoonose em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. O caso foi o primeiro em 26 anos na cidade. A raiva pode ser transmitida por cães, gatos e morcegos.

Quando constatado que o cão está infectado, ele fica isolado até que possa ser transportado para seu país de origem, o que pode demorar com a diminuição no número de voos durante a atual pandemia.

Publicações relacionadas