Filha de ex-senadora dos EUA mata o pai e comemora na web

Publicado segunda-feira, 14 de junho de 2021 às 10:51 h | Atualizado em 14/06/2021, 10:59 | Autor: Da Redação

Filha de Elizabeth Halseth, ex-senadora pelo estado de Nevada, nos Estados Unidos, Sierra Halseth, de 16 anos de idade, confessou no YouTube, ao lado do namorado, Aaron Guerrero, de 18 anos, ter sido responsável pelo assassinato do pai, Daniel Halseth.

O crime aconteceu em abril, na casa da família, em Las Vegas. De acordo com o KTNV Channel, os jovens foram presos em Salt Lake City, em Utah, seis dias depois do crime.

De acordo com o KTNV Channel, os jovens foram presos em Salt Lake City, em Utah, seis dias depois do crime.

O corpo de Daniel Halseth foi encontrado carbonizado, no dia 9 de abril. Ele foi esquartejado antes de o local ser incendiado. As autoridades acreditam que o casal ateou fogo na propriedade com a intenção de despistar sobre o que, de fato, havia ocorrido.

Sierra e Guerrero ficaram juntos entre os meses de junho e dezembro de 2020 com o aval da família. Contudo, após terem os planos de fugir para Los Angeles descobertos pelos pais, foram separados pelos parentes.

Detidos, os jovens enfrentam múltiplas acusações, dentre elas roubo, fraude de cartão, conspiração para cometer assassinato, assassinato e incêndio criminoso.

De volta a Las Vegas, os dois vão comparecer ao tribunal pela primeira vez na próxima segunda-feira, 14.

Publicações relacionadas