adblock ativo

Museu dos EUA devolve à Itália vaso antigo roubado

Publicado sexta-feira, 18 de janeiro de 2008 às 13:52 h | Atualizado em 18/01/2008, 13:52 | Autor: Agencia Estado
adblock ativo

O governo italiano tem em mãos um dos troféus mais importantes de sua campanha contra o tráfico ilegal de antiguidades: um vaso de 2.500 anos do artista grego Eufrônio, devolvido pelo Museu Metropolitano de Nova York. A Cratera de Eufrônio - um grande vaso pintado com cenas de poemas homéricos - é tido como um dos mais belos exemplares do tipo. O vaso era usado para a diluição do vinho na água. "É considerado, universalmente, o melhor trabalho do artista", disse o ministro italiano da Cultura, Francesco Rutelli.

O vaso estava no centro das negociações da Itália com o Metropolitano em torno de antiguidades de procedência disputada, num esforço contínuo do governo italiano para recuperar tesouros antigos que acabaram em museus estrangeiros ou coleções particulares depois de serem roubados de sítios arqueológicos. Segundo as autoridades italianas, o vaso havia sido roubado de um local próximo a Roma. O museu o comprara do marchand americano Robert Hecht por US$ 1 milhão, em 1972. Hecht está sendo julgado na Itália por receptação de antiguidades roubadas. Ele nega ter cometido qualquer crime. A Cratera - que era uma das peças principais da coleção do museu americano - foi exibida em Nova York pela última vez no domingo.

adblock ativo

Publicações relacionadas