Papa Francisco doa 15 mil sorvetes para presidiários enfrentarem calor na Itália

Publicado quarta-feira, 08 de setembro de 2021 às 16:42 h | Atualizado em 08/09/2021, 16:47 | Autor: Da Redação

O Papa Francisco doou 15 mil sorvetes aos detentos das prisões de Regina Coeli e Rebibbia para combate ao calor, na Itália. A Sicília marcou 48,8 graus, a maior temperatura já registrada na Europa.

A esmolaria apostólica, responsável pelos atos de caridade em nome do papa, disse que, durante os meses de verão, tenta fazer “pequenos gestos evangélicos para ajudar e dar esperança às milhares de pessoas nas prisões de Roma”.

Segundo o departamento, as obras corporais de misericórdia foram concentradas no verão, quando instituições de caridade de Roma limitam as atividades por causa das férias de parte dos moradores.

"Portanto, como em todos os anos, pequenos grupos de sem-teto, ou dos que vivem em abrigos, foram levados ao mar ou ao lago, perto de Castel Gandolfo, para uma tarde de relaxamento e para jantar em uma pizzaria".

Publicações relacionadas