Paquistão bloqueia sinal de celular para quem recusar vacinação

Publicado quarta-feira, 16 de junho de 2021 às 10:27 h | Atualizado em 16/06/2021, 10:28 | Autor: Redação

Em medida curiosa, o governo do Paquistão decidiu bloquear o serviço de telefonia celular de moradores que não se vacinaram. A medida será válida em duas províncias do país asiático e foi tomada para acelerar a vacinação, que só abrangeu 2% da população desde fevereiro, e evitar novos surtos. Servidores do governo que não se vacinaram também sofrerão sanções e terão seu salário suspenso.

De acordo com o ministro do Informação paquistanês, Syed Nasir Hussain Shah, o governo está "fazendo o seu melhor para facilitar a vacinação das pessoas" e anunciou que tem planos de gastar US $1,1 bilhões na compra de doses de vacinas.

O Paquistão é um dos países mais resistentes do mundo à vacinações em geral. Na década passada, o país viveu um novo surto de poliomelite, doença praticamente erradicada no mundo, devido ao alto número de pais que recusam vacinar os filhos por acreditar que a vacina seria prejudicial e parte de uma conspiração dos Estados Unidos para esterilizar crianças paquistanesas.

O Paquistão registrou aproximadamente 22 mil mortes de covid-19 desde o início da pandemia.

Publicações relacionadas