adblock ativo

A aliados, Alcolumbre diz que não vai recuar sobre sabatina de Mendonça

Publicado às | Atualizado em 18/10/2021, 19:45 | Autor: Da Redação
Alcolumbre é o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado | Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil
Alcolumbre é o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado | Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil -
adblock ativo

O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) afirmou, nesta segunda-feira, 18, a aliados que não vai recuar na sua batalha para atrasar a sabatina de André Mendonça, segundo informações da CNN Brasil. Medonça é o indicado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao Supremo Tribunal Federal (STF). Responsável pela definição da data da oitiva, Alcolumbre é o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

>> Alcolumbre diz a aliados que pretende segurar sabatina de Mendonça até 2023

>> Senadores querem retirar sabatina de André Mendonça das mãos de Alcolumbre

De acordo com a CNN Brasil, aliados do parlamentar também afirmaram que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), garantiu que não vai atropelar o processo na CCJ. No entanto, algumas alas que apoiavam Alcolumbre também já dizem esse pode ser um momento de estudar uma mudança de posição.

O motivo é o embate público que o senador travou com Bolsonaro na última semana. O chefe do Executivo disse à CNN Brasil que Alcolumbre não segue a Constituição Federal. Já o parlamentar afirmou que não aceitará ser ameaçado sobre o caso.

>> Bolsonaro diz que Alcolumbre não segue a Constituição

>> Pressionado por sabatina de Mendonça, Alcolumbre reclama de ameaças

Além disso, segundo aliados do presidente da República, ele se manterá firme no apoio a Mendonça.

adblock ativo

Publicações relacionadas