adblock ativo

Adolfo Menezes assume Governo da Bahia a partir de amanhã

Publicado às | Atualizado em 16/10/2021, 15:55 | Autor: Redação
Presidente da ALBA assumirá executivo baiano de forma interina por conta de viagem oficial internacional simultânea do governador Rui Costa e do vice-governador João Leão
Presidente da ALBA assumirá executivo baiano de forma interina por conta de viagem oficial internacional simultânea do governador Rui Costa e do vice-governador João Leão -
adblock ativo

O presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Adolfo Menezes (PP), recebeu o cargo de governador da Bahia neste domingo, 16, das mãos do vice-governador João Leão (PP).

Adolfo comandará o executivo baiano a partir deste domingo, 17, até o dia 29 de outubro por conta de viagens internacionais oficiais do governador Rui Costa (PT) e de Leão. Com isso, o deputado Paulo Rangel (PT) assume interinamente a presidência da ALBA.

“É uma honra muito grande poder assumir dois dos poderes constituídos da Bahia, o Legislativo e, agora, o Executivo. Será por um breve período, mas confesso que nem nos meus sonhos mais dourados esperava que um dia isso acontecesse. Ser governador a partir de amanhã, ainda que temporário, de um estado ímpar na economia, na história, na cultura, com um povo especial, é uma honra sem igual”, declarou Menezes.

João Leão disse no Ato de Transmissão do Cargo de Governador que a Bahia estará em boas mãos. “Adolfo é um homem responsável, consciente do tamanho da responsabilidade e, principalmente, preparado para encarar mais este desafio. Que Deus ilumine a sua breve passagem pela governadoria a partir de amanhã, para que a paz e o trabalho pela Bahia continuem”, destacou Leão.

Menezes garantiu que irá cumprir a agenda combinada com o governador Rui Costa e com o vice-governador João Leão, promovendo uma gestão de "alinhamento total de ideias".

"É uma substituição temporária, por força legal, portanto vou seguir o programa de governo deles, que foram eleitos pelo povo da Bahia, que votou e confiou neles para gerir o Estado”, pontuou

adblock ativo

Publicações relacionadas