Auxiliares de Bolsonaro solicitam ao STF que o presidente dê depoimento por escrito

Publicado segunda-feira, 29 de junho de 2020 às 08:38 h | Atualizado em 29/06/2020, 09:15 | Autor: Da Redação

Auxiliares do governo federal solicitaram ao ministro Celso de Melo, do Supremo Tribunal Federal (STF), que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) preste depoimento sobre o inquérito que investiga suposta interferência na Polícia Federal por escrito. 

O procurador-geral da República, Augusto Aras, deve se pronunciar com o mesmo entendimento. Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o argumento lembrará episódio envolvendo o ex-presidente Michel Temer, que foi autorizado pelo ministro Luís Roberto Barroso a não comparecer pessoalmente para prestar depoimento em 2017.

Na condição de testemunhas, as autoridades podem não comparecer pessoalmente para depor. Porém, Bolsonaro. a exemplo de Temer, será ouvido como investigado.

Publicações relacionadas