Câmara de Salvador diz que só vai analisar LDO após o recesso

A Prefeitura deu entrada novamente no projeto no sábado, 9, mas, segundo a Câmara, fora do prazo por causa do recesso

Publicado segunda-feira, 11 de julho de 2022 às 10:30 h | Atualizado em 11/07/2022, 10:33 | Autor: Da Redação
Câmara Municipal está em recesso até o dia 31 de julho
Câmara Municipal está em recesso até o dia 31 de julho -

A Câmara Municipal de Salvador confirmou que só vai analisar a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) após o recesso da Casa, que termina no dia 31 de julho. 

Após um grupo de trabalho da Câmara apontar falhas no projeto, a prefeitura chegou a dar entrada na matéria alterada, no sábado, 9, para que a proposta fosse novamente avaliada. Mas, segundo a Câmara, como o recesso já tinha sido decretado, o documento não foi recebido oficialmente.

“Deduzo que tenha sido um equívoco a informação que o projeto retornou”, destacou o presidente da Casa, Geraldo Júnior (MDB).

O presidente da Câmara ainda defendeu a autonomia do poder legislativo. “Eles estão precisando parar de fazer política, ou politicagem, de usar a máquina municipal para uma eleição estadual e voltar a gerir a cidade para a qual foram eleitos. Ou eles saem desse quadro de subserviência ou vão aprender duramente como funciona o processo legislativo”.

Procurada pela reportagem, a prefeitura de Salvador ainda não se posicionou sobre a situação.

Lei de Diretrizes Orçamentárias prevê o planejamento para o ano seguinte, estabelecendo prioridades e metas na administração da cidade. A LDO é elaborada anualmente e passa pela aprovação da Câmara Municipal.  

Publicações relacionadas