Bolsonaro diz que vai vetar ‘passaporte da vacina’

Publicado terça-feira, 15 de junho de 2021 às 10:42 h | Atualizado em 15/06/2021, 10:45 | Autor: Da Redação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se mostrou contra o ‘passaporte da vacina’ e sinalizou que, caso a medida seja aprovada, será vetada. A proposta avançou no Senado na semana passada e será analisada pela Câmara dos Deputados.

"O que tu acha do passaporte da covid? Teve uma onda ontem aí, estourou nas redes sociais. Sem comentários. A vacina vai ser obrigatória no Brasil? Não tem cabimento", declarou o presidente em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada na manhã desta terça-feira, 15.

O projeto aprovado pelo Senado no dia 10 de junho prevê a criação de um certificado sanitária para permitir que pessoas vacinadas ou testadas possam entrar em espaços públicos e privados independentemente das medidas adotada.

Desde o início da pandemia o presidente se posicionou contra a vacinação e ainda não se imunizou contra a Covid-19, mesmo fazendo parte dos grupos que já podem se imunizar. Bolsonaro disse não acreditar que o Congresso aprove o projeto, mas que, se aprovar, terá de analisar se derruba ou não o veto presidencial.

Antes desta fala de Bolsonaro, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, passou a ser criticada por apoiadores de Bolsonaro, após supor que o governo não deve vetar o ‘passaporte’.

“Eu ainda não sei a posição do governo, mas eu creio que não vai ser vetado. Estamos diante de um vírus e é unânime que para se combater um vírus é vacina. É unânime na ciência, vírus é vacina”, disse a ministra, na segunda-feira 14.

Publicações relacionadas