Bolsonaro e apoiadores são multados por falta de máscara na Av. Paulista

Publicado terça-feira, 07 de setembro de 2021 às 19:49 h | Atualizado em 07/09/2021, 20:01 | Autor: Da Redação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi multado pela Vigilância Sanitária do estado de São Paulo por descumprir regras sanitárias contra a Covid-19 durante a manifestação na Avenida Paulista, nesta terça-feira, 7. Segundo informações da CNN, outros 13 apoiadores, entre os quais o cantor baiano Netinho, o pastor Silas Malafaia, o Secretário Especial de Cultura, Mário Frias, o empresário Luciano Hang e os deputados Marco Feliciano e Carla Zambelli, também foram autuados.

Conforme o governo paulista, esta já é a sétima vez que Bolsonaro descumpre normas sanitárias no estado, também em meio a protestos e visitas. As recentes autuações, que obrigam o uso de máscaras e outros cuidados, podem ter multa de até R$ 1,5 milhão.

Somadas, as multas anteriores de Bolsonaro podem chegar a mais de R$ 4 milhões. A maioria, segundo dados da CNN, sofreu recurso por parte de Bolsonaro, e está em análise. O governo diz que, esgotados os recursos das multas, o presidente deverá pagar os valores ou poderá ter o nome incluído na dívida ativa do Estado e no Serasa.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o protesto pró-Bolsonaro reuniu 125 mil pessoas na Avenida Paulista. O auto de infração será encaminhado aos autuados via Correios.

Publicações relacionadas