Bolsonaro está corrompendo ideologicamente militares, diz Lula

Publicado domingo, 13 de junho de 2021 às 10:16 h | Atualizado em 13/06/2021, 10:18 | Autor: Da Redação

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acusou, neste sábado, 12, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de estar corrompendo ideologicamente militares com cargos em seu governo. 

De acordo com o petista, Bolsonaro desautorizou as Forças Armadas ao interceder para que o ex-ministro Eduardo Pazuello não fosse punido após participar de manifestação ao lado de Bolsonaro, no Rio.

Segundo Lula, “levar o Pazuello para dentro o armário dele, para escondê-lo de uma punição das Forças Armadas, é uma afronta grave que o presidente da República não poderia fazer”. Lula lamentou o que chamou de deformação do uso das Forças Armadas.

"Bolsonaro está corrompendo ideologicamente os militares, enchendo de militares dentro do Palácio, coisa que não precisa", afirmou o petista.

Na opinião do ex-presidente, Bolsonaro quer criar um Estado militarizado. Por isso, diz o petista, Bolsonaro ampliou o acesso às armas.

"O Bolsonaro nunca se preparou para ser presidente deste país. Ele não tinha dimensão do tamanho do cargo. Ele quer criar um aparato próprio. Ele não quer um partido político onde possa debater democraticamente. Ele fomenta diariamente os milicianos dele. É triste para o Brasil, é perigoso para o país", afirmou Lula

O petista também relatou dificuldades de falar com a máscara, comparando-a a um cabresto. Contudo, Lula afirmou que a usa para se diferenciar de Bolsonaro, a quem chamou de genocida.

Publicações relacionadas