Bolsonaro a indígenas: façam em sua terra o que fazemos na nossa

Com cocar na cabeça, presidente recebeu a Medalha do Mérito Indigenista no Ministério da Justiça

Publicado sexta-feira, 18 de março de 2022 às 14:39 h | Atualizado em 18/03/2022, 14:39 | Autor: Da Redação
No folclore político, comenta-se que dá azar a candidatos usar cocar
No folclore político, comenta-se que dá azar a candidatos usar cocar -

Ao receber nesta sexta-feira, 18, a Medalha do Mérito Indigenista no Ministério da Justiça, o presidente Jair Bolsonaro afirmou desejar que povos indígenas se sintam "como nós" e façam com suas terras "exatamente o que fazemos com a nossa". Ministros também foram agraciados com a homenagem.

"Somos exatamente iguais. Todos nós viemos à terra pela graça de Deus", declarou o chefe do Palácio do Planalto, com um cocar na cabeça e uma criança indígena no colo. No folclore político, comenta-se que dá azar a candidatos usar o acessório, mas Bolsonaro já o utilizou em mais de uma ocasião.

"O que nós sempre quisemos foi fazer com que vocês se sentissem exatamente como nós", disse o presidente. "Nós os queremos ao nosso lado, que vocês façam suas terras exatamente o que fazemos na nossa", completou.

O chefe do Executivo nacional tem usado a guerra entre Ucrânia e Rússia para pressionar pela aprovação de projeto de lei que libera a mineração em terras indígenas. Com urgência já aprovada na Câmara dos Deputados, o texto estabelece profundas mudanças em relação à legislação aplicada há quase 50 anos no país. A matéria modifica o Estatuto do Índio, vigente desde 1973.

Governistas argumentam que o projeto poderá resolver uma possível escassez de fertilizantes com a guerra na Ucrânia. O setor mineral se manifesto contra o texto na última terça, 15.

"O Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) entende que o PL 191/2020 não é adequado para os fins a que se destina, que seria regulamentar o dispositivo constitucional que prevê a possibilidade de implantação de atividades econômicas em terras indígenas como geração de energia, produção de óleo, gás e mineração", diz a nota. Com 127 empresas associadas, o instituto conta com as principais mineradoras que atuam no país, entre elas Vale, Votorantim, Samarco, Gerdau, Alcoa, Anglo American e ArcelorMittal.

Publicações relacionadas