adblock ativo

"Não acusei Anvisa de corrupção", diz Bolsonaro

Chefe do Palácio do Planalto comentou a carta do diretor-presidente da agência, Antônio Barra Torres

Publicado segunda-feira, 10 de janeiro de 2022 às 20:02 h | Atualizado em 10/01/2022, 20:17 | Autor: Da Redação
Presidente minimizou insinuação sobre "o que estaria por trás" de decisão da Anvisa
Presidente minimizou insinuação sobre "o que estaria por trás" de decisão da Anvisa -
adblock ativo

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira, 10, que não acusou de corrupção a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ao comentar pela primeira vez a carta do diretor-presidente do órgão, Antônio Barra Torres. No texto, Barra Torres pediu que o chefe do Palácio do Planalto se retratasse caso não tivesse indícios para determinar uma investigação. 

“Não acusei a Anvisa de corrupção. Eu quis saber e repito: o que está por trás dessa sanha vacinatória?”, afirmou o presidente, em entrevista à Jovem Pan.

Bolsonaro havia questionado o que estaria por trás da decisão da agência de autorizar a aplicação da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos. Na ocasião, o presidente insinuou: “O que está por trás disso? Qual o interesse da Anvisa por trás disso aí? Qual o interesse daquelas pessoas taradas por vacina? É pela sua vida, pela sua saúde?”.

Nesta segunda, Bolsonaro amenizou: “Não quero aqui acusar a Anvisa de absolutamente nada. Eu escolhi o Barra Torres, que ganhou luz própria. Espero que ele acerte na Anvisa. Não precisava agir daquela maneira. Ele fez uma nota agressiva”, disse o presidente.

adblock ativo

Publicações relacionadas