TCU aprova fiscalização extraordinária no Ministério da Educação

Ministro Milton Ribeiro disse em áudio que prioriza verbas para pastores

Publicado quarta-feira, 23 de março de 2022 às 20:12 h | Atualizado em 23/03/2022, 20:12 | Autor: Da Redação
Imagem ilustrativa da imagem TCU aprova fiscalização extraordinária no Ministério da Educação
-

Nesta quarta-feira, 23, o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou fiscalização extraordinária no Ministério da Educação (MEC) para averiguar a estrutura da pasta responsável pela transferência de recursos a municípios, conforme publicado pela colunista da “Folha de S. Paulo” Mônica Bérgamo.

O ministro do TCU Vital do Rêgo levou a sugestão da fiscalização ao plenário do tribunal, que foi acolhida por unanimidade pelos seus pares. Segundo o ministro, o que justificou o pedido de averiguação foram os indícios de irregularidades apresentados, o que justifica a atuação no TCU. O prazo da fiscalização não foi informado durante a sessão.

Isso acontece após a “Folha” ter divulgado na terça-feira, 22, áudio do ministro Milton Ribeiro afirmando que priorizava os recursos para municípios indicados por pastores e que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), é que teria pedido por essa prioridade.

Publicações relacionadas